Jornal português coloca Militão no Porto na próxima semana

O Jornal A Bola, de Portugal, cravou que Militão se apresentará ao Porto dia 28 de julho, para se juntar ao elenco e começar a pré-temporada. A garantia foi dada pelo pai do atleta, Valdo Militão. Ele disse, em entrevista ao periódico português, que Militão terá mais um compromisso pelo São Paulo, o clássico contra o Corinthians, e embarca na segunda-feira para Portugal

Militão tem um pré-contrato assinado com o Porto para se apresentar em janeiro, mas nada impede que sua saída do São Paulos seja antecipada. Para isso os portugueses deveriam pagar uma multa de liberação. O jornal diz que o Porto estaria disposto a bancar 5 milhões de euros e daria 10% de comissão sobre futura venda do jogador, além da porcentagem de clube formador

Eu conversei com alguns diretores ligados ao futebol do São Paulo e eles me negaram conhecer o assunto. Mas é fato que Raí vem trabalhando muito no sentido de vender Militão ainda neste meio do ano. Antes disso, tentou todas as possibilidades, com propostas volumosas, para manter o jogador no elenco, mas o empresário não quis saber de conversa e recusou a todos os tipos de acordo. Então a diretoria partiu para tentar vendê-lo para recuperar algum valor investido em sua formação, já que no começo de 2019 ele sairia de graça.

Na minha opinião, se isso for verdade, ou seja, o time consegue um pré-contrato e vai ter o jogador, de graça, no final do ano, e resolve pagar 5 milhões de euros para antecipar quatro meses, é coisa de português mesmo.

 

Paulo Pontes

11 comentários em “Jornal português coloca Militão no Porto na próxima semana

  1. Deveria ficar até o final… está jogando bem e sendo profissional. Tenho certeza que ele quer ganhar um título antes de sair.
    Eu tinha lido 5milhoes de Reais, aí não vale a pena mesmo.

  2. Gente, eu também sou são-paulino e gostaria muito que o Militão continuasse no S.Paulo. Entretanto, não coaduno com as opiniões de que o garoto, por procurar seus melhores interesses, seja “mercenário”; “mau=caráter; “mal agradecido” e outros adjetivos desabonadores que lhe são direcionados. Vejo diferente: vejo que ele, mesmo já decidido a sair do clube, com propostas para contratos que, acredito, serem de valores altíssimos e, mesmo na iminência de celebrar “o” contrato em sua vida, o garoto em nenhum momento tirou o pé de uma dividida; fez corpo mole para não viajar longas distâncias ou que envolvesse algum risco dele se machucar e perder a oportunidade apresentada. Pelo contrário: ele pôs o pé em todo lance perigoso que apareceu em todos os jogos que jogou e, muito melhor, sempre quis estar em campo defendendo o clube com quem tem contrato. Poderia muito bem dar uma de “chinelinho” e passar os meses enfurnado no D.M. fazendo fisio e corpo mole, ao invés de ser dos melhores em campo a cada jogo jogado. Vejo um profissional cumprindo, bem, o seu papel com seu empregador, ajudando o time a manter a pegada e a confiança adquiridas com ele em campo.
    Lógico que acho que o S.Paulo deveria aceitar a oferta do Porto, veiculada pela imprensa, se verdadeira, até porque o clube precisa se ressarcir dos gastos de seu departamento de formação de jogadores. Caso essa oferta não exista e a “coisa não seja assim”, vou torcer muito para o Militão continuar até o fim da temporada como titular absoluto da lateral direita e, quem sabe, saia do S.Paulo com o título de campeão brasileiro…

    • Tudo isso que você falou é verdade e dou razão pra você, mas para nós, torcedores oque fica é que ele usufruiu 10 anos da estrutura do clube e sai sem deixar nada de contrapartida. A pergunta é: oque ele seria hoje se não estivesse no São Paulo? Uma pessoa é o fruto do ambiente em que vive. A palavra que fica na nossa cabeça é: Ingratidão.

  3. Eu creio que se essa manchete for verdade, os portugueses podem estar com medo do São Paulo acionar o Porto na Fifa para garantir os seus direitos acusando o Porto de aliciamento. Por outro lado tb, os portugueses sabendo que o clube do Morumbi é o maior clube revelador de atletas de futebol do Brasil, podem estar com reseio de se queimarem com a diretoria Sãopaulina e prejudicar o bom entendimento dos clubes em futuras negociações. Bobos nada amigo! Hj no mundo do futebol não existe mais ninguém bobo. Daqui à alguns meses eles vendem o Militão por um caminhão de dinheiro assim como o Milan fez com o tricolor.

  4. Defensivamente melhorou e acertou a lateral direita , ofensivamente deixa a desejar.
    Vem e vinha se mostrando útil e muito promissor, mas o olho gordo dele e de seu staff que tem o pai ex gambá, há tempos já tramaram esse golpe .
    Saiu do SPFC eu quero que se lasque pq ingratidão ao SPFC reverbera no sentimento do torcedor ama o clube.
    Adeus e até nunca mais.

  5. O que falar?
    O garoto está voando no São Paulo… e vai embora…
    Mercenário ou Falta de planejamento do clube? A soma dos dois?

    Enfim… Jogador e Clube tem sua parcela de culpa por essa saída precoce.

    Que o clube aprenda com esse erro. Que as perdas se limitem apenas as materiais, não invadindo o desempenho do time em campo.

    • João, o clube está tentando renovar o contrato de Militão desde o meio do ano passado. Ainda Vinicius Pinotti, como diretor, começou a negociação. Depois Raí, quando assumiu, colocou como a principal questão a ser resolvida. Nesse caso específico, afasto a responsabilidade da diretoria, que fez grandes propostas e ele nunca admitiu ceder ou mesmo fazer alguma contra-proposta.

      • Na verdade ele é um safado pq se ele “Militão”batesse o pé ,,, acabou ninguém poderia falar nada ,mas ele é um pilantra de marca maior

      • Paulo concordo com o que vc colocou, mas essa tentativa é posterior à bobagem já feita de lançar o cara no profissional com o contrato em situação frágil (não renovado em condições adequadas). Esse é o erro de gestão crucial na minha opinião, pois todo garoto que sobe tem que estar com essa questão resolvida, senão e geladeira nele!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.