São Paulo emite nota oficial sobre o faturamento

O São Paulo emitiu uma nota oficial no final da tarde desta quarta-feira, respondendo matéria veiculada pela Folha de São Paulo (e publicada aqui no Tricolornaweb) sobre as diferenças de valores entre o que se disse que o clube faturaria com publicidade e o que de fato vai faturar. Abaixo a nota.

 

“Sobre a reportagem publicada na Folha de S.Paulo desta quarta-feira (08), o São Paulo Futebol Clube esclarece:

a) A Folha erra ao informar aos seus leitores que o valor de R$ 35 milhões alcançados e divulgados pelo marketing incluiriam R$ 22 milhões que seriam pagos pela Prevent Senior. Nunca foi considerado tal valor, mas o de R$ 16 milhões, conforme negociações em curso com a patrocinadora até a semana passada – negociações iniciadas desde a assinatura do aditivo contratual que estendeu o patrocínio de dezembro a fevereiro.

b) O objetivo da reportagem é o de convencer os leitores da Folha de que a gestão tenta inflar os números de patrocínio. O que ocorreu, no entanto, foi o contrário. Os valores foram subestimados, já que deles foram excluídos novos patrocínios, como os de Poty e Urbano e Banco Intermedium. São patrocínios que estão estampados na camisa e, por uma questão de responsabilidade e coerência de datas (eles referem-se unicamente a 2017), não foram incluídos na contabilidade. O repórter não teve a curiosidade de olhar a camisa nem de perguntar por que os valores das novas marcas não foram adicionados à conta.

c) O clube está trabalhando para substituir a Prevent Senior, única propriedade vaga no uniforme. Aliás, de todos os números usados pela reportagem, o único corretamente informado é aquele encontrado pela gestão ao assumir a administração do clube em 27 de outubro de 2015: R$ 0 (zero).

d) O Departamento de Marketing já promoveu uma série de melhorias nos contratos atuais e ainda negocia outros patrocínios em outros modelos de negócio. Só neste ano, mais três patrocinadores que não foram contabilizados na conta de 2016 já reforçam a carteira de parceiros do clube: Poty, Urbano e Banco Intermedium.

e) A respeito do pagamento de comissões contratuais, o questionamento da reportagem é, na melhor das hipóteses, um equívoco de grandes proporções. O clube não paga comissão desde o início da atual gestão. A pergunta deveria ser direcionada à Prevent ou a quem induz a reportagem a erro. Quando houve intermediação, a responsabilidade de contratação e pagamento sempre foi da empresa parceira. A Hunter Sports é uma empresa que atuou a serviço da Prevent Senior. Não do São Paulo. Ela nunca recebeu um real sequer do clube. Quando foi assinado o primeiro contrato de patrocínio, o São Paulo FC fez questão de esclarecer esse ponto, explicitado em nota oficial e não mencionado na reportagem.

f) O São Paulo FC lamenta que a Folha de S.Paulo, reconhecida por sua isenção editorial, seja usada por pessoas insatisfeitas com a reconstrução do clube, dispostas a propagar mentiras e apostar na desinformação para tentar desmerecer um trabalho reconhecido por sócios, torcida, opinião pública e a enorme maioria dos conselheiros.”

 

Os senhores tirem as conclusões que acharem melhor, com as duas versões.

 

Paulo Pontes

2 comentários em “São Paulo emite nota oficial sobre o faturamento

  1. Isso foi plantado por essa oposição. Ridícula. Oportunistas que nada difere dessa administração. É bem capaz se ganharem a eleielu permanecerem com os mesmos bananas que administram o social.

  2. Apesar da “seriedade da Folha de São Paulo”, com relação à noticias sobre futebol, deveria se chamar Folha de Corinth…, ela sempre foi totalmente parcial, desde os tempos de Matinas Suzuki, primeiro vem o timinho do galinheiro, o das porcadas e se dependendo da notícia, ruim ou boa, ai vem o SPFC, posso até duvidar do Leco, mas nesse caso, duvido mais do emissor da notícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*