São Paulo convoca sócios para votar mudança em estatuto do clube

O São Paulo promove uma assembleia geral para os sócios no dia 25 de maio, a partir das 8h, no Ginásio do Morumbi. Na ocasião será votada a proposta de mudança estatutária do clube, que já passou pela análise do Conselho Deliberativo tricolor, com 122 integrantes favoráveis. Caso seja aprovada a alteração, será proibido que conselheiros licenciados tenham cargos remunerados no Tricolor.

No entanto, tal medida só será válida a partir de 2020, ano da próxima eleição presidencial. Pelo que sinto conversando com muitos sócios, parece que a medida terá aprovação da imensa maioria dos associados.

Quando o novo estatuto foi aprovado – e é o que está valendo hoje – um conselheiro poderia assumir um cargo executivo desde que se licenciasse da função no Conselho Deliberativo. Mas a cadeira dele é cativa e ele volta a hora que quiser, naturalmente se demitindo o cargo executivo, que é remunerado.

A mudança proposta prevê que o conselheiro que assumir função remunerada perderá seu cargo. Mesmo que seja vitalício, perderá a vitaliciedade e par retornar ao Conselho, terá que concorrer em eleições futuras, respeitando uma quarentena.

Minha posição pessoal, quando da formulação do estatuto, foi a que está em vigor hoje, pois não vejo nada demais um conselheiro, que tenha grande conhecimento em determinada área, assuma um cargo executivo remunerado. Entendia que seria unir o útil ao agradável, ou seja, um profissional de profundo conhecimento técnico com o fato de ser são-paulino. Haja vista a dirtoria que temos, absolutamente competente e fazendo ótima administração, seja nas finanças, no administrativo, na infraestrutura e no jurídico.

O grande problema é que o presidente Leco exagerou na dose e colocou conselheiros em vários setores, com cargos remunerados. Não só executivos, mas também em cargos de assessores. Ou seja: houve uma distribuição farta de favores para pagamento da campanha eleitoral. Com isso ele maquiou o estatuto e causou o desgaste, sendo absolutamente necessária a mudança.

 

Paulo Pontes

 

15 comentários em “São Paulo convoca sócios para votar mudança em estatuto do clube

  1. Falasse que há em torno de 30 Conselheiros que são remunerados no clube.
    Inclusive filhos de conselheiros estão tb mamando nas fartas tetas tricolores.
    Paulo Pontes,
    Se vc votou à favor desse modelo de gestão, com todo respeito, vc foi muito ingênuo, achando que o Leco não iria usar estes cargos em troca de apoio politico irrestrito.
    A pior coisa que podia ter acontecido ao SPFC foi a criação dessas diretorias executivas remuneradas, pois agora uma grande parcela de conselheiros, muitos destes falidos profissionalmente, almejam um dia ocupar estes cargos.

    • Eu não voto, não sou conselheiro. Eu participei ativamente da elaboração do novo estatuto. E apoiei, sim, a indicação de conselheiros para cargos executivos. Não me arrependo pelos quatro diretores, para mim, muito competentes. O problema é que há muitos conselheiros que se tornaram assessores remunerados. Ai acho que o Leco chutou o balde. Por isso, hoje, apoio integralmente a mudança.

      • Competentes???
        O Administrativo tinha a experiência de ser gerente de uma empresa de segurança patrimonial com sede em um sobradinho em Osasco.Se isso é notório saber, eu devo ser um gênio da física quântica.
        Reitero, conselheiros deveriam ser proibidos de exercer qualquer função remunerada dentro do clube.Meu finado pai, que foi por muitos anos conselheiro vitalício, era radicalmente contra que conselheiros pudessem trabalhar no clube, pois já previa no que isso ia dar.
        Quem apoiou essa prática ou foi ingênuo ou estava de olho nas benesses vindouras.
        Conheço o São Paulo FC profundamente e, se nada for feito, as coisas vão piorar muito.

        « Money Talks »

  2. O probl é que qdo vc tem presidentes como o Leco não pode deixar brecha pro uso politico de cargos remunerados, assim melhor proibir de vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.