São Paulo aguarda fim do tratamento de Ytalo para dispensar o atacante

Com todo o elenco de férias, o São Paulo segue trabalhando apenas nos bastidores para reformular seu elenco antes o início da próxima temporada, quando começará também a nova Era Rogério Ceni, agora como técnico. E quem não está nos planos é Ytalo. O atacante de 28 anos vai pagar caro por ter sofrido uma grave lesão no joelho e, assim que se recuperar definitivamente, será dispensado para procurar um novo clube. O São Paulo não vai se manifestar oficialmente até lá por uma questão ética, mas, internamente, já é consenso de que Ytalo não deve ficar.

Depois de se destacar com a camisa do Grêmio Osasco Audax durante o Campeonato Paulista, competição em que a equipe da Grande São Paulo terminou com o vice-campeonato, inclusive depois de eliminar o Tricolor do Morumbi com uma goleada nas quartas de final, Ytalo foi contratado já ciente de que teria pouco tempo para mostrar o seu valor.

Ytalo se machucou no clássico contra o Corinthians, em Itaquera, em 17 de julho desse ano (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)
Ytalo se machucou no clássico contra o Corinthians, em Itaquera, em 17 de julho desse ano (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O jogador chegou no fim de maio e assinou um vínculo válido apenas até o fim desse ano. Tudo que Ytalo não contava era com um problema no menisco e uma ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho logo no mês de julho. Até lá foram apenas 13 partidas e um gol marcado. Desde então, o Reffis do CT da Barra Funda se tornou no ambiente de trabalho do jogador.

Por lei, seu contrato é renovado automaticamente pelo período que for necessário para sua recuperação completa. O clube estima que Ytalo só esteja apto a jogar futebol novamente em fevereiro, quando as partes devem se reunir para acertar a liberação do atleta. Apenas um pedido de Rogério Ceni poderia segurar Ytalo para uma nova oportunidade no São Paulo, mas até agora o novo técnico não se manifestou e ninguém da direção espera que isso aconteça mais para frente.

Por enquanto, apenas Wellington Nem chegou para compor o setor ofensivo em 2017. O São Paulo tentou Ricardo Oliveira, mas o Santos se recusou a fazer negócio. Há esperança de que Nilmar possa chegar, caso não receba uma proposta do exterior, e Cristian Colmán, atacante de 22 anos do Nacional do Paraguai, se tornou o principal alvo nos últimos dias.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*