Rivalidade: Wellington Nem quer título para dar confiança ao São Paulo

Um dos quatro reforços contratados para 2017, Wellington Nem deixou ótima impressão na estreia do São Paulo no Torneio da Flórida, contra o River Plate. Com muita velocidade pelo lado direito, criou boas jogadas, sofreu o pênalti perdido por Cueva e até tomou tapa na cara de um marcador. Mostrou estar em boa forma física para um início de ano.

Na final contra o Corinthians, Nem tem grandes chances de iniciar novamente como titular. E o camisa 21 garante: nada melhor para ganhar confiança no começo de um trabalho do que conquistar um título. O Majestoso será disputado neste sábado, em Orlando, às 21h (de Brasília), com transmissão pelo Sportv.

– A gente entrou no torneio para ser campeão. Enfrentar o Corinthians será um grande desafio. É um clássico estadual, cheio de rivalidade. Temos que fazer um grande jogo para ter uma boa sequência na temporada. Se puder ser com o título, melhor ainda – afirmou.

Nem bota fé no ataque tricolor e diz que a velocidade será a principal arma para infernizar as defesas adversárias.

– Chegamos Neilton e eu, além dos que já estavam aqui, e, sem dúvida, formamos um ataque de muita velocidade. Mas temos de saber usar esse recurso. Não adianta querer apenas atacar, é preciso ficar atento na recomposição defensiva. Os conselhos do Rogério Ceni serão fundamentais para fazermos nossa função com correção – analisou.

Durante o período que esteve em campo contra o River, Wellington Nem atuou sempre pelo lado direito. Apesar de ser sua posição de preferência, o jogador se coloca à disposição do técnico para ajudar também do lado esquerdo.

– Meus melhores momentos no Fluminense e no Shakhtar Donetsk foram jogando sempre pela direita, abrindo as jogadas e cortando para dentro para finalizar a gol. Mas hoje o futebol é dinâmico e precisamos nos adaptar a qualquer área do campo. Se tiver que jogar do lado esquerdo, farei o melhor para render e ajudar o São Paulo a conquistar as vitórias.

Próximo adversário: Corinthians
Local: Bright House Networks Stadium, em Orlando (EUA)
Data e horário: sábado, às 21h (de Brasília)
Escalação provável: Sidão; Maicon, Rodrigo Caio e Breno; Bruno, Thiago Mendes, Cueva e Bufffarini; Wellington Nem, Chavez (Gilberto) e Luiz Araújo (Neilton)
Arbitragem: Jonathan Weiner, auxiliado por Abdel Kuttaineh e Alexander DeRostaingTransmissão: SporTV (com Eduardo Moreno e Luiz Ademar)

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*