Raí recebe pressão para deixar o São Paulo, mas Leco não pretende mudar

Após a eliminação do São Paulo na Copa do Brasil, Raí sofre pressão dentro do clube para deixar o cargo de diretor de futebol. O presidente Leco, no entanto, não pretende fazer mudanças na diretoria neste ano.

Raí tem recebido críticas nos bastidores do São Paulo por causa do planejamento da equipe para a atual temporada e também pelo desempenho do time hoje comandado por Cuca nas competições de 2019. O Tricolor foi vice-campeão do Paulistão, mas foi eliminado na primeira fase da Libertadores e nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Mesmo com a pressão, a diretoria do São Paulo não pretende fazer alterações em sua estrutura até o fim da temporada. A ideia é que Raí e todo o departamento de futebol tenham continuidade.

Na última quinta-feira, uma confusão marcou o desembarque da delegação tricolor em Congonhas, após a eliminação na Copa do Brasil. O funcionário do São Paulo que agrediu um torcedor que protestava contra os jogadores foi afastado pelo clube nesta sexta-feira.

Fonte: Globo Esporte

Nota do PP: essa é a informação do Globo Esporte. Eu tenho outra: não será surpresa se Raí for demitido ainda nesta sexta-feira.

4 comentários em “Raí recebe pressão para deixar o São Paulo, mas Leco não pretende mudar

  1. Tem mudar tudo ! Desde o Morumbi (construir uma moderna Arena), mudar o estatuto e ai por diante.
    Hoje, como o Leco não vai renunciar, o começo da mudança seria realmente a demissão do Rai, um craque, mas inexperiente dirigente.
    Não adianta também sair mandando jogador embora, pois o mal está incrustado no tricolor, não depende de jogador e nem de perfil, podem analisar, muda-se o elenco, começa tudo bem e depois desanda.
    Exemplo, olhem o Tche Tche, sempre muito participativo nos times em que jogou, podem escrever, daqui a pouco estará andando em campo igual o Jucilei e o Hudson.
    O Jucilei quando chegou era um monstro na frente da zaga…olha hoje.
    E também temos o problema treinador x perfil do elenco.
    Voltando um pouco na historia dos treinadores tricolores…..olha a falta de sincronia desde a última saída do Muricy:
    Muricy > Com estilo de jogo fechado e com centroavante fixo e lançamentos
    Osorio > 100% ofensivo, totalmente diferente do Muricy
    Doriva > Volta ao estilo parecido com o Muricy
    Bauza > Aqui houve um acerto, trouxe um treinador que joga fechado como o Doriva, que na época era o antecessor
    Ricardo Gomes > Nada a ver com o Bauza
    Rogério > Ofensivo e moderno, embora inexperiente (não podia ter sido efetivado ainda, era cedo demais)
    Dorival Jr > Um engodo
    Aguirre > Voltamos a origem do Muricy
    Jardine > Totalmente diferente do Aguirre, perdeu-se um tempão para mudar tudo de novo
    Mancine > Muda de novo, muito diferente do Jardine
    Cuca > Diferente do Mancini, do Jardine e do Aguirre
    Ou seja, cada vez que muda (e muda demais para um time grande), muda toda estrutura de jogo. Isso atrapalha e muito.
    E nem todos os treinadores tem leitura do elenco. Por exemplo o Felipe Melo no Palmeiras não jogava com o Cuca, chegou o Felipão e arrumou a casa sem experiencias e sem mudar características de jogadores. Com ele o Felipe Melo passou a ser o mais importante jogador do Palmeiras.
    Aqui no tricolor nunca é assim….observem…sempre tem improvisação, invenção.
    Volante é o nosso melhor lateral direito
    Atacante pelas beiradas é o nosso centroavante
    E assim vamos perdendo, e perdendo, e perdendo……
    Não adianta achar que Toró, Antoni, Luan, entre outros serão a salvação da lavoura. Eles serão sim, se tiverem um time pra jogar. Não dá para eles serem os principais jogadores do time. Não é assim que funciona.
    Porque não joga fechado (igual ao Aguirre), hoje temos peças até melhores.
    Joga com 2 volantes (um deles fixo na frente da zaga, poderia até ser o Jucilei), um meia para aproximar da frente (Hernanes) e três caras na frente, correndo muito.
    Porque inventar, colocar o Hernanes de centroavante, o Pato (um erro na contratação ! Onde esse cara jogou bem ? Onde ele é ídolo ? Qual título um time dele ganhou com ele sendo importante ? Engodo….dinheiro jogado fora).
    Uma pena. Mais um ano perdido, mais um treinador que não dá certo e por ai vai….e falam em dispensas…..vai dispensar que não esta jogando, logo o time vai continuar o mesmo e nada vai mudar.
    Nos acostumamos a perder, a não ganhar clássicos
    Uma pena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.