R. Sóbis não aceita reduzir salário, frustra São Paulo e deve seguir no Flu

São muito pequenas as chances do interesse do São Paulo no atacante Rafael Sóbis, do Fluminense, se transformar em uma transferência do jogador para o Morumbi. Enquanto a diretoria do clube paulista busca opções para o desfalcado setor ofensivo e observa Sóbis, o jogador já avisou que não aceita reduzir os salários, de R$ 500 mil mensais, para trocar de clube. Desta forma, é improvável que a negociação avance.

O São Paulo ficou otimista ao acreditar que o negócio pudesse sair na base da troca de jogadores. A ideia interessa ao Fluminense, mas de nada adianta enquanto Rafael Sóbis permanecer com ressalvas em relação à diminuição salarial – ele recebe o mesmo valor mensal que Luis Fabiano, teto do clube à exceção de Rogério Ceni.
A única hipótese de a negociação acontecer é se a diretoria são-paulina abrir os cofres e aceitar pagar o teto salarial ao atacante do Fluminense, de 28 anos. O zagueiro Lúcio, que recebia valor semelhante, deixou o clube, e poderia abrir flexibilidade no orçamento. A diretoria, no entanto, segue o discurso de que não fará “loucuras” e vai na direção contrária ao investimento pesado em Sóbis.
O São Paulo busca opções para o ataque depois de perder Welliton, que teve de voltar ao Spartak Moscou (RUS), e Aloísio, destaque do time no segundo semestre de 2013, e que foi vendido ao Shandong Luneng (CHN). Hoje, no elenco, as opções são Luis Fabiano, Ademilson, Osvaldo e Silvinho, para formar um ataque que deve ter um centroavante e dois pontas.
A carência por opções ofensivas é tanta que a diretoria do São Paulo vetou a liberação de Silvinho, cujo contrato de empréstimo termina em abril, porque teme não ter peças para oferecer à comissão técnica de Muricy Ramalho para que possa montar o time.
Frequente desfalque por lesões ou suspensões, Luis Fabiano inicia a temporada sem um reserva. Caso o camisa 9 seja desfalque, não há outra opção no elenco para montar o time.
Além de Sóbis, o São Paulo segue com cada vez menos otimismo a situação de Eduardo Vargas, que deve fechar com o rival Santos, e chegou a tentar Marcelo Cirino, do Atlético-PR, e Marlone, do Vasco.
Fonte: Uol

5 comentários em “R. Sóbis não aceita reduzir salário, frustra São Paulo e deve seguir no Flu

  1. Sim. pois no SPFC o salario do Lucio era de 500 mil com patrocinador . o RC 350 mil. O Fabuloso 320 mil.o RC já deu o que tinha de dar. agora só se falam em 800 mil um jogador tipo Ronaldinho .Kaká , Robinho ganham mais do que isto. entorno de 1200 mil la fora se ficar querendo jogador barato fica dificíl ganhar

    • Junior, não deixo de responder a nada que me perguntam.O que você fez não me soou como questionamento, mas como uma interjeição de sua parte. E como o espaço é livre, você tem liberdade para opinar. Mas quer saber minha opinião? Acho um absurdo esse valor. Não vale. O Rogério Ceni, até onde sei, ganha por volta de R$ 350 mil. Agora eu te pergunto: você acha justo alguém, tipo Sobis, ganhar mais do que o Rogério Ceni?E outra coisa: Luis Fabiano nunca recebeu esse salário. Ele ganha menos que o Rogério que é, por contrato, o salário mais alto do clube.Respondi?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*