Preparador físico do São Paulo rebate críticas: “Elenco está bem preparado”

lvo de muitas críticas de conselheiros e torcedores do São Paulo, o preparador físico Zé Mário Campeiz avisa que o elenco tricolor está bem condicionado e o número de lesões sofridas na temporada está na média de outras equipes. E, com apenas uma competição a disputar até o final do ano, ele deixa claro que a tendência é melhorar ainda mais.

– Eu não posso mostrar os resultados das avaliações que fazemos, mas posso garantir a torcedores e conselheiros que o time está bem preparado. Para analisar a questão física, é preciso pensar em vários fatores que podem interferir no rendimento do atleta. A gente vive o São Paulo 24 horas por dia, fazemos acompanhamento individual de cada atleta. O trabalho é constante, temos um treinador que cobra muito e estamos no mesmo ritmo – afirmou.

Zé Mário Campeiz (dir.) garante que elenco tricolor está bem condicionado (Foto: Marcelo Hazan)Zé Mário Campeiz (dir.) garante que elenco tricolor está bem condicionado (Foto: Marcelo Hazan)

Zé Mário Campeiz (dir.) garante que elenco tricolor está bem condicionado (Foto: Marcelo Hazan)

Desde o início da pré-temporada, nove atletas do São Paulo sofreram lesões musculares (Wesley, Araruna, Wellington Nem, Chavez, Renan Ribeiro, Buffarini, duas vezes, Cueva, Lucas Fernandes e Edimar). Para Campeiz, é um número normal, já que houve pouco tempo de preparação.

– Após a pré-temporada, os jogos começaram em ritmo intenso, tivemos competições simultâneas. Em outros times, também ocorreram lesões, mas só se escuta essa questão física aqui. Os comentários são feitos de maneira emocional. Análises não podem ser feitas dessa maneira. Tem aspecto técnico, emocional, muita coisa influencia – ressaltou.

Campeiz garante que Cueva vai melhorar de rendimento (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)Campeiz garante que Cueva vai melhorar de rendimento (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Campeiz garante que Cueva vai melhorar de rendimento (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

O preparador tricolor também falou sobre o meia Cueva que, desde que retornou de lesão muscular, ainda não apresentou seu melhor ritmo com a camisa 10 do Tricolor.

– É normal quando um atleta volta de lesão que ele demore um pouco mais para recuperar seu ritmo. O Cueva teve apenas uma semana para treinar, afinal ele voltou antes de jogos importantes, contra Cruzeiro e Corinthians. Aí tem aqueles que falam que ele não devia ser escalado. E como você abre mão de um dos seus melhores jogadores numa decisão? Não tem como. Mas podem ter certeza, o Cueva está trabalhando forte, ele se cobra muito para melhorar – disse Campeiz.

O preparador sofreu críticas pesadas de conselheiros, que chegaram até a falar com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva para pedir que ele fosse trocado. Mas Campeiz segue prestigiado não só pelo dirigente como pelo técnico Rogério Ceni que, sempre que questionado sobre o estágio físico da equipe, deixa claro que aprova o trabalho que está sendo realizado.

Fonte: Globo Esporte

9 comentários em “Preparador físico do São Paulo rebate críticas: “Elenco está bem preparado”

  1. Preparador meia boca isso sim, nao é recuperacao que esta em jogo, mas preparacao fisica do time todo, que morre no segundo tempo, e isso é evidente so nao ve quem é cego.

  2. Axo que seus parametros estao equivocados
    qqr time de terceira geracao
    nao morre nunca
    E’ como meu idolo Ceni
    protendo seus pessimos dos pessimos
    se continuar assim
    caira logo
    pois nosso TRICOLASSO nao pode cair.

  3. O Caio Ribeiro comentou domingo no jogo contra a Ponte Preta que, o preparo fisico do São Paulo esta pessimo, o time morre no 2º tempo.

  4. Acho muito estranho todas estas declarações, como pode ser um trabalho tão bom e “teoricamente” tão aprovado se na prática não é o que vemos? Há algo de errado.

  5. Enquanto os responsáveis não tiverem a consciência de que não estão no caminho certo, o que veremos é um time se arratando e entregando o campo para o adversário. É inacreditável um time que não ganhou de ninguém faça pressão no São Paulo. Notem um detalhe interessante, com exceção do Pratto ninguém ganha uma dividida, o caso mais corriqueiro é na lateral esquerda, o J. Tavares sai na frente e chega depois. No gol da ponte, a bola do rebote era do Cícero que conseguiu perder o duelo e sofremos o gol. E assim é durante todos os jogos. Campeiz você trabalha sim. Mas reconheça que o trabalho não está bom ou adequado. Talvez seus métodos, talvez a elasticidade não esteja sendo trabalhada como é exigida. Como torcedor e pelo comportamento físico do time, principalmente no segundo tempo, passa-nos a impressão de que alguma coisa na preparação física tem que mudar.

  6. A fase do Campeiz está tão ruim, que na matéria ele aparece junto com o Maicosuel, e o mesmo já sente dor no púbis jogando só 45 minutos ontem.

  7. Pois é… se o time joga demais é problema. Se joga somente uma vez por semana também é problema, falta ritmo. Atentem para essa desculpa que consta no texto acima: “Para Campeiz, é um número normal, já que houve pouco tempo de preparação.” Pouco tempo cara-pálida? Uma pré-temporada longa, feita nos USA e mais uma inter-temporada forçada por conta das desclassificações. Realmente, é muito pouco tempo para um bom condicionamento físico. Saudade dos tempos de Carlinhos Neves e Dr. Turíbio.

  8. Ontem o Cícero saiu pregado, tinha parado em campo. No final do jogo o time estava se arrastando, só não viu que não quer ver. É bom nosso preparador físico dar uma olhada nos treinamentos do Botafogo e no Chapecoense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*