Ponte divulga laudo que aponta capacidade de 27 mil pessoas para estádio

Após o São Paulo comunicar à Conmebol na última sexta-feira que o Moisés Lucarelli não possui capacidade mínima exigida em regulamento para a disputa das semifinais da Copa Sul-Americana (20 mil espectadores), a Ponte Preta soltou uma nota em seu site oficial informando que o estádio, atualmente, está apto a receber 27.946 pessoas.

A dúvida surgiu porque, até o Campeonato Paulista, a capacidade estava definida em 19,6 mil, sendo que por definição do Corpo de Bombeiros estavam liberados cerca de 17 mil pessoas para entrada. No entanto, o clube alvinegro solicitou ao Corpo de Bombeiros um estudo que levasse em conta as atuais regras de segurança em estádios.

Sendo assim, este redimensionamento foi concluído pelos bombeiros em setembro de 2013 e ficou determinado pela corporação que a capacidade do Moisés Lucarelli é de 27.946 pessoas.

A Ponte Preta lembra ainda que a mesma regra de capacidade mínima de 20 mil pessoas já era exigida pela Conmebol para as quartas de final, e o estádio foi liberado normalmente para a partida contra o Vélez Sarsfield – na ocasião, foram colocados 20,9 mil ingressos à venda.

Ainda de acorda com a nota divulgada pelo clube campineiro, “tanto na partida contra o Vélez (quartas) quanto na contra o Deportivo Pasto (oitavas), um representante da Conmebol esteve presente e não apenas constatou a capacidade do estádio como também elogiou as dependências pontepretanas”.

A Ponte finaliza a nota mandando um recado ao São Paulo, seu adversário nas semifinais da Copa Sul-Americana: “Como se vê, não há razão alguma para que a partida de volta das semi contra o São Paulo seja realizada em outro lugar que não o Estádio Moisés Lucarelli, casa da semifinalista Associação Atlética Ponte Preta”.

 

Fonte: Uol

3 comentários em “Ponte divulga laudo que aponta capacidade de 27 mil pessoas para estádio

  1. ???? Qual e o problema ?????
    Eles vem no Morumbi e nos vamos la,
    fim.
    O nota deisss, foi la ontem e meteu tres,
    num jogo onde a PP precisava ganhar
    mais do que na Sulamericana.
    E so nao kolokar o
    pipokkkkkkkkero em fim de karreira.

  2. O bombeiro que deu o laudo deve ser o mesmo que aumentou o tamanho do Pacaembu para que a gambazada pudesse jogar a final da Libertadores nele.
    Bom, se cabe 27 mil, porque eles não colocam os 27 mil ingressos à venda?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*