Para Ney, São Paulo precisa crescer como visitante para sonhar com G-4

Forte dentro de casa, mas presa fácil como visitante. Essa alternância no desempenho explica a razão de o Tricolor ainda não ter entrado no G-4 durante as 27 rodadas do Campeonato Brasileiro. No Morumbi, a equipe tem 79,4% de aproveitamento, fruto de dez vitórias, um empate e apenas duas derrotas sofridas.

Mas, longe do seu domínio, o desempenho despenca para apenas 28,5%. São três vitórias, três empates (o último contra o Coritiba por 1 a 1, no último domingo) e oito derrotas.

Se forem analisados apenas os números como visitante, o time só é melhor que times que estão no Z-4 ou que estão na cola da zona do rebaixamento – veja abaixo a tabela de aproveitamento de pontos como visitante no Campeonato Brasileiro.

Colocação como visitante Time Pontos Vitórias Empates Derrotas Gols feitos Gols sofridos Saldo de gols
Fluminense 31 9 4 1 22 9 13
Atlético-MG 20 5 5 4 16 13 3
Grêmio 19 5 4 5 14 15 -1
Botafogo 18 5 3 5 18 20 -2
Vasco 18 4 6 3 10 9 1
Cruzeiro 16 5 1 7 15 20 -5
Internacional 16 3 7 3 12 12 0
Bahia 15 4 3 6 16 19 -3
Corinthians 14 3 5 5 13 13 0
10° Santos 13 3 4 7 10 18 -8
11° Ponte Preta 13 3 4 6 13 22 -9
12° São Paulo 12 3 3 8 15 22 -7
13° Flamengo 12 3 3 8 11 23 -12
14° Portuguesa 11 2 5 7 12 22 -10
15° Coritiba 9 2 3 9 16 32 -16
16° Atlético-GO 8 1 5 8 11 25 -14
17° Palmeiras 7 2 1 10 11 23 -12
18° Sport 7 1 4 8 10 22 -12
19° Figueirense 6 1 3 9 13 27 -14
20° Náutico 5 1 2 11 9 31 -22

Essa situação preocupa demais o técnico Ney Franco. Faltando 11 rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, a equipe ainda fará mais cinco partidas longe do Morumbi, contra Vasco, Flamengo, Sport, Grêmio e Ponte Preta. E o treinador deixou claro: se quiser sonhar com o grupo da Taça Libertadores, o time terá de melhorar seu índice como visitante.

– Os números não podem ser discutidos. Fica claro que a equipe oscila quando atua fora de casa. Pela qualidade que o nosso elenco tem, é um número muito baixo. Dentro de casa, estamos indo muito bem. Só que, para brigar pelo G-4, vamos ter de melhorar fora – ressaltou.

Apesar de ter assumido a equipe no primeiro turno do Campeonato Brasileiro, Ney Franco observou que o São Paulo tem pecado durante toda a temporada como visitante.

Ney Franco no treino do São Paulo (Foto: Dorival Rosa / Vipcomm)Ney Franco quer mais pontos como visitante
(Foto: Dorival Rosa / Vipcomm)

– A oscilação começou no Campeonato Paulista e continuou na Copa do Brasil e no Brasileiro. Nessa reta final, o que eu mais quero é ajustar a equipe. É para isso que estamos trabalhando. Ainda temos tempo e vamos buscar a vaga na Libertadores e o título da Sul-Americana – disse.

O treinador tem na ponta da língua a explicação do baixo aproveitamento da equipe como visitante no nacional.

– Em determinados momentos, perdemos jogadores importantes. Ou é lesão, ou é suspensão ou convocação. Contra o Coritiba, não tivemos um jogador importantíssimo que é o Denilson. O Luis Fabiano está machucado. O Lucas logo após o jogo contra o Palmeiras vai para a seleção. A ausência dessas peças de qualidade em determinados momentos atrapalha demais – finalizou o treinador.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*