Opinião de São-paulino: São Paulo 2 x 0 Atlético-GO

Amigo são-paulino, aqui o espaço é seu. Use-o para elogiar, criticar, comentar, cornetar, enfim, diga o que achou da vitória do São Paulo sobre o Atlético-GO por 2 a 0, nesta noite de quinta-feira, no Morumbi.

5 comentários em “Opinião de São-paulino: São Paulo 2 x 0 Atlético-GO

  1. Estamos, a meu ver, no caminho certo, todavia existe um detalhe importante a ser notado: o Ney Franco considera o Jadson o número 10 ideal para o time, pelo volume de assistencias e deslocamentos, enfatizando o grau de dificuldade imposto pelo atleta em seus passes. Ocorre que se faz necessária uma observação aos demais, invariavelmente sempre que erra um passe, dependendo do posicionamento ficamos sujeitos a contra-ataque, isto contra times de maior gabarito pode ser fatal. Outro fator que vejo como importante para um time tornar-se mais completo são: maior eficiencia nas bolas paradas e chutes de meia e longa distância com maior indice de acerto no gol. Todavia o mais importante hoje é ver que estamos retomando nosso futebol e a satisfação de assistir o time jogando, está voltando, o resto é consequencia.
    Saudações Tricolores.

    • Ótimos comentários. Só quero ressaltar que dos nossos 4 últimos adversários, 3 são da zona de rebaixamento e o Vasco está muito em baixa, descendo a cada rodada e só não foi ultrapassado pois o Inter consegue ser um time tão ruim quanto o Botafogo e intermediários da tabela.

      Flamengo x São Paulo
      Sport x São Paulo
      São Paulo x Fluminense
      Grêmio x São Paulo
      São Paulo x Náutico
      Ponte Preta x São Paulo
      São Paulo x Corinthians

      Só vou me dar por satisfeito com mais 2 vitórias seguidas, contra Flamengo e Sport, confirmando que consegue de fato se impor contra adversários mais fracos.

      Logo após vem as 2 maiores pedreiras do campeonato! Ai sim é hora de se provar!

      Os 3 últimos jogos serão fáceis. Corinthians virá com o 15º time reserva do dente de leite.

    • Perfeito, Fernandes.
      Tb acho que o que o Jadson está jogando não o credencia para ser “esse” camisa 10 de que no NF fala. Acho que ele pode, e deve, melhorar para, aí sim, o SPaulo atropelar tudo e todos pela frente. Força Jadson! O tricolor precisa de vc jogando bem . . . .

  2. Felizmente o time agora consegue chutar as zebras. Nos últimos anos, o time, além de perder para todos concorrentes diretos, não conseguia se impor contra os times da zona de rebaixamento. Se continuar assim, vai conseguir a vaga sem susto.

    Rodada quase perfeita. Aproximou-se do Grêmio, abriu cinco pontos de “distância” sobre o Vasco e dez pontos sobre o Inter. O Inter de hoje é o São Paulo do ano passado: a tabela ajuda, mas o time se complica contra equipes fracas.

    Vasco e Inter se enfrentam na próxima rodada. Logo, se o S.Paulo chutar mais uma zebra, o 15º colocado (Flamengo), deve eliminar o Inter da disputa por vaga na Libertadores ou conseguir vantagem confortável sobre o Vasco, que terá ainda pela frente dois clássicos e o confronto com o Atlético-MG.

  3. Novamente, o São Paulo ganha cadenciando a partida. Faz o resultado, segura o jogo, busca jogar nos contra ataques que não ocorrem, por conta de um adversário fraco e medroso, e acaba se poupando. Gostando ou não, foi mais uma vitória inteligente.
    Só receio que esse estilo de jogo fique muito manjado e Ney Franco não tenha outras opções.
    Por outro lado, achei na 27ª rodada, que o São Paulo faria mais entre 12 e 18 pontos até o fim do campeonato. Já fez 12 e ainda tem mais 21 pontos em disputa, o que indica que dá pra fazer mais de 18 pontos.
    O problema está no fato de que o campeonato deste ano está muito mais disputado na parte de cima da tabela que no ano passado. Numa projeção simples, tudo indica que o terceiro colocado deste ano terminará o campeonato com uma pontuação entre 68 e 75 pontos (tudo depende dos confrontos diretos dos primeiros colocados). Portanto, temos que ganhar nos próximos jogos algo em torno de 14 a 20 pontos dos 21 a serem disputados, para tentarmos terminar o campeonato em terceiro e não dependermos da 4ª colocação. Difícil, mas não impossível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*