No Morumbi, Ney Franco quer classificação e aumentar média

Desde a chegada ao clube, o técnico Ney Franco leva um princípio básico: vencer os jogos no Morumbi. Na noite desta terça-feira, além de aumentar o índice no estádio são-paulino, o comandante quer a vitória sobre o Bahia para garantir a classificação na Copa Sul-Americana.

Na partida de ida, em Pituaçu, o Tricolor Paulista bateu o time baiano por 2 a 0, com gols de Rogério Ceni e Ademilson. Para ficar com a vaga e partir para a fase internacional da Sul-Americana, o São Paulo poderá perder pelo placar mínimo, além de um empate, que estará classificado.

No Tricolor desde a primeira quinzena do mês de julho, Ney Franco disputou cinco jogos no Morumbi, todos pelo Campeonato Brasileiro – três vitórias e duas derrotas. A estreia não foi das melhores – derrota para o Vasco por 1 a 0. Mas o troco veio em grande estilo e justamente em cima de uma equipe carioca.

Em uma das melhores atuações do time sob o seu comando, o São Paulo goleou o Flamengo por 4 a 1, com gols de Luis Fabiano (2), Maicon e Osvaldo. Na sequência, Ademilson garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Sport.  Depois da derrota de virada para o Grêmio por 2 a 1, o Tricolor voltou a ter uma boa atuação no Morumbi no último fim de semana.

Com a volta de Lucas após dez jogos ausente, a equipe são-paulina não tomou conhecimento da Ponte Preta e venceu por 3 a 0. Além do camisa 7, Rogério Ceni e Osvaldo também fizeram gols. Ney Franco reconhece a boa vantagem conquistada em Pituaçu, mas pede cautela e almeja nova vitória no Morumbi.

“A primeira parte do trabalho fizemos com perfeição, ganhamos fora de casa com uma boa vantagem. Foi um resultado significativo, mas temos o segundo jogo e o Bahia tem jogadores que podem decidir. Vamos entrar em busca da vitória”, disse o técnico são-paulino.

Para esta partida, Ney Franco terá o retorno de Rhodolfo, que cumpriu suspensão automática na última rodada do Brasileiro. O restante da equipe deverá ser praticamente a mesma que venceu a Ponte Preta. No ataque, ainda sem Luis Fabiano, Ademilson formará dupla de ataque com Lucas.

“É um título que o São Paulo não tem, mas queremos. Temos um jogo para se classificar e vamos com tudo contra o Bahia. Além de ser um título inédito, é sempre bom ganhar”, completou, que na partida em Pituaçu aproveitou rebote de chute do lateral-esquerdo Cortez na trave para deixar a sua marca.

O elenco são-paulino já avisou que não irá priorizar apenas uma competição. Sem títulos desde 2008, o São Paulo irá abrigar até quando tiver forças no Brasileiro e Sul-Americana. Se o pensamento é pensar jogo a jogo, o Tricolor vai com “força máxima” na noite desta terça-feira no Morumbi.

SÃO PAULO X BAHIA

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 21/08/2012 – 21h15 (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-PE)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) Carlos Berkenbrock (Fifa-SC)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; João Filipe (Paulo Miranda), Rafael Toloi e Rhodolfo; Rodrigo Caio, Denilson, Maicon, Jadson e Cortez; Lucas e Ademilson. Técnico: Ney Franco.

BAHIA: Marcelo Lomba; Diones, Titi, Danny Morais e Victor Lemos; Fahel, Mancini, Lulinha, Gabriel e Zé Roberto; Souza. Técnico: Caio Junior.

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*