Ney Franco pede calma ao time: ‘Não adianta ir para cima de qualquer jeito’

Apesar de precisar de uma vitória por dois gols de diferença, o técnico Ney Franco quer controlar o ímpeto ofensivo do São Paulo para enfrentar o Atlético-MG, nesta quarta-feira, às 22h, no estádio Independência, pelas oitavas de final da Taça Libertadores. O treinador entende que a busca desenfreada pelo placar necessário pode prejudicar o Tricolor.

– Temos 90 minutos. Precisamos de equilíbrio nos setores. Não adianta ir para cima de qualquer jeito, aberto. Vamos passo a passo – afirmou.

Ney quer cuidados até mesmo com a formação que mandará a campo. Osvaldo tem grandes chances de jogar, mas, caso seja vetado pelos médicos por causa de dores no quadril, dará lugar ao lateral-direito Douglas, que atuará como um meio-campista pelo mesmo lado.

A alteração faria o Tricolor jogar com apenas Luis Fabiano como um atacante de ofício. A formação foi testada no clássico contra o Corinthians, no último domingo, pelo Paulistão, mas não surtiu grande efeito. A equipe criou pouco e, depois de um empate sem gols no tempo normal, acabou eliminada nas cobranças por pênaltis.

O treinador justifica a opção pelo mau momento do ataque. Wallyson não se firmou desde que chegou do Cruzeiro, enquanto Ademilson perdeu quatro chances claras no primeiro jogo. Silvinho, recém-contratado do Penapolense, viajou com a delegação, mas dificilmente será utilizado.

– Não sabemos qual será a reação dele com a camisa do São Paulo. Além disso, não fez nenhum trabalho coletivo ou tático. É muito prematuro.  Pela sequência dos jogos, a melhor opção é o Douglas.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Ney Franco pede calma ao time: ‘Não adianta ir para cima de qualquer jeito’

  1. Critica-se muito o Ademilson pelos gols perdidos. Eu prefiro um atacante que perca gols porque teve coragem de chutar a gol. Temos que lembrar que ele fez um gol importante no outro jogo. Se ele tivesse ficado em campo talvez o resultado fosse melhor. Não adianta nada ter posse de bola e não chutar em gol. Por isto eu prefiro o time com dois atacantes. Acho até que o Silvinho, pelo que jogou contra o São Paulo, merece uma oportunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*