Ney enxerga desatenção são-paulina e diz que jogo “valeu pela vaga”

Valeu pela classificação. Foi dessa maneira que Ney Franco avaliou a vitória por 2 a 0 sobre o Bahia, nesta terça-feira. Em uma entrevista na qual se abordou mais sobre a possibilidade de contratação do santista Paulo Henrique Ganso e do clássico contra o Corinthians, o treinador do São Paulo reconheceu defeitos de seu time.

“A equipe entrou muito desconcentrada, porque a vantagem era realmente significativa. Não sofremos riscos porque nossa linha de quatro (defensores) trabalhou muito bem. Mas faltou um pouco de concentração, de foco no jogo. Com isso, o desempenho técnico no primeiro tempo foi abaixo do que a gente esperava”, disse.

A vantagem, construída com 2 a 0 em Salvador, era poder perder por um gol de diferença no Morumbi para avançar às oitavas de final da Copa Sul-americana. Antes do intervalo, os atletasresponsáveis pela criação das jogadas perderam muitas bolas à frente do meio-campo.

“Tivemos muitos erros técnicos, de passe, em algumas jogadas que eram de finalização demos contra-ataque. No segundo tempo, embora eu tenha feito alterações, só cobrei um melhor desempenho na parte técnica. Os jogadores melhoraram significativamente, e a equipe cresceu, criando oportunidades além dos dois gols”, completou.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Willian José e Osvaldo, que entraram no segundo tempo, deram mais qualidade ao ataque são-paulino

Os gols tiveram participações diretas de jogadores que entraram no segundo tempo. O primeiro foi em chute de fora da área de Willian José, que havia saído do banco. Já o segundo contou com jogada do reserva Osvaldo pelo lado esquerdo. O atacante cruzou para o meio da área, e Maicon contou com desvio em seu chute para ampliar e definir o placar.

 

Na semana passada, após três derrotas consecutivas no Campeonato Brasileiro, Ney Franco atribuiu a má fase também a erros individuais, eximindo-se de qualquer culpa tática. Como voltou a fazer na noite desta terça-feira. O próximo compromisso será de novo pela competição nacional: no domingo, o time encara o Corinthians, no Pacaembu.

A Sul-americana só volta a ser o centro das atenções mais para frente. Até porque o adversário do São Paulo na fase internacional do torneio ainda não está definido – sairá do confronto entre o equatoriano Liga de Loja e o uruguaio Nacional, a começar na semana que vem. Quando isso ocorrer, a equipe poderá já ter concretizado a sonhada contratação de Ganso.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*