Ministério Público veta torcida em anel inferior do Morumbi

Após vistoria da Polícia Militar, o Ministério Público de São Paulo decidiu proibir a presença de torcedores no anel inferior do Morumbi para o jogo do próximo domingo (22), contra o Internacional, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

O veto se deu por causa do acidente que aconteceu na semana passada, quando 16 pessoas ficaram feridas após uma grade de guarda-corpos ceder na comemoração do gol de Michel Bastos contra o Atlético-MG.

O estádio foi liberado para ser aberto, porém com esta ressalva. Os camarotes estão liberados, mas as pessoas terão de ficar dentro das salas, sem poder chegar perto do gramado para assistir ao jogo.

“Proibição da presença de espectadores no setor de cadeiras em todo o pavimento inferior, exceto nos camarotes, devendo as pessoas permanecerem obrigatoriamente no seu interior, sem qualquer tipo de circulação nas áreas de risco”, afirma comunicado da FPF (Federação Paulista de Futebol)

O laudo de segurança utilizado para liberar a abertura do Morumbi para este domingo, no entanto, é o de outubro de 2015, ainda segundo informações da entidade.

Apesar do acidente, a situação do Morumbi estava regular, segundo o capitão Marcos Palumbo.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, uma adaptação feita nas grades dos guarda-corpos do estádio para torná-las regulares pode ter sido a causa do acidente.

Um dia após o acidente, o Ministério Público do Estado de São Pauloinstaurou um inquérito para apurar as causas e as responsabilidades sobre o acidente.

 

Fonte: Folha SP

Um comentário em “Ministério Público veta torcida em anel inferior do Morumbi

  1. Engraçado…o estadio publico de itaquera chegou a .matar 2 operarios durante a construçao e ha um tempo atras tb houve queda do teto e o MP nada fez….
    Como o tricolor é sacaneado…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.