MAC diz que desmanche no setor ofensivo prejudicou o SP no Brasileiro

O diretor executivo do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, atribui a fraca campanha do time no Brasileirão ao desmanche no setor ofensivo ocorrido durante o ano. O clube é o 12º colocado no torneio, com 45 pontos.

Deixaram o elenco tricolor os meias Paulo Henrique Ganso e Ricardo Centurión e os atacantes Jonathan Calleri, Alan Kardec, Rogério e Kieza.

“É fácil detectar o que houve com o São Paulo. Fomos o quarto time da América. Após a Libertadores, o São Paulo perdeu o meio e o ataque inteiros. Perdemos o Ganso, Calleri, vendemos o Keiza, cedemos o Rogério, vendemos o Alan Kardec, emprestamos o Centurión. Ninguém passa impunemente [depois de tantas perdas]”, começou Cunha à ESPN Brasil.

A goleada de 4 a 0 contra o Corinthians melhorou o ambiente do São Paulo e dissipou qualquer risco de queda.

O diretor executivo do São Paulo destaca que a defesa tem feito sua parte, mas o ataque não respondeu à altura no torneio. O time buscará reforços de peso, diz.

“Nós conseguimos organizar na defesa, mas do meio para frente deixamos a desejar. Buscaremos jogadores de peso no mercado, mas é difícil e caro.

“O São Paulo era um time lento. Tocava mas não tinha boa resolução, fazendo com que adversário se recuperasse”.

Paralelamente, Cunha disse que a ascensão de jovens da base no setor ofensivo deve ser melhor aproveitada no próximo ano. David Neres é uma das principais promessas vinda de Cotia.

“A vinda dos meninos foi fundamental. Temos a melhor geração dos últimos anos”.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “MAC diz que desmanche no setor ofensivo prejudicou o SP no Brasileiro

  1. Impressionante como a diretoria são-paulina gosta de se iludir ou de querer iludir seu torcedor. Perguntem ao senhor Marco Aurélio se ele sabe o percentual de pontos conquistados pelo time que chegou a ser “semi finalista da libertadores”. Perguntem ao senhor Marco Aurélio se ele sabe que, com todos esses “craques” que, graças ao bom destino, deixaram o time, este foi goleado pelo Audax, perdeu em casa para um timinho – que nem lembro o nome – na Libertadores e, com os melhores deles em campo, tomou de 6 do segundão do curintia. Só o Calleri ainda está fazendo alguma falta. O Ganso foi muito bem substituído pelo Cuevas, que cresce muito em jogos importantes, coisa que o outro não fazia. Então senhor Marco Aurélio, faça uma análise mais profunda sobre o que realmente aconteceu este ano no seu São Paulo e o senhor talvez chegue à conclusão que o verdadeiro problema foram os técnicos que passaram por lá que não conseguiram dar um padrão de jogo ao time, porque são técnicos de times pequenos (não perder é mais importante do que tentar ganhar os jogos), e não por causa da saída desses jogadores citados. Mesmo porque o tal Kiesa está atrapalhando até o Vitória; o Neymar nordestino está enterrando o Sport; o Centurion só jogou por insistência do péssimo Paton e o Kardec não é preciso dizer nada que todos lembram o que ele jogou este ano…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*