Lateral diz que é preciso se doar mais do que 100% para salvar o São Paulo

A situação do São Paulo é delicada, basta ver no discurso dos jogadores. Nesta quinta-feira, o lateral-esquerdo Edimar disse que o grupo terá de se doar mais do que 100% para salvar o time do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O Tricolor ocupa a 19ª colocação com 23 pontos.

– Claro que no momento como este qualquer jogador se sente pressionado. Sabemos da responsabilidade de jogar no São Paulo, ainda mais na zona do rebaixamento. Mas saliento que o trabalho do Dorival tem sido muito bom, e sabemos que temos a condição de sair. Só que precisamos nos entregar mais. Se não nos doarmos mais que 100%, não vamos salvar o São Paulo – declarou o lateral-esquerdo.

Edimar vem sendo titular com Dorival Júnior, mas agora terá a volta de Júnior Tavares na concorrência. O jovem se recuperou de uma lombalgia e voltou a treinar com o grupo. O titular não se incomoda.

– Essa disputa é bem sadia, todos têm procurado seu espaço. Quando tive a oportunidade, trabalhei. E ele voltando, vai buscar o espaço dele, mas ele tem de saber quem tem alguém que tem jogado,. Acredito muito no meu potencial, quem decide é o Dorival – analisou o camisa 16.

Confira outros trechos da entrevista de Edimar, que ligou o sinal de alerta para a situação do São Paulo:

Suspensão de Arboleda. Fará falta?
É um grande jogador, que tem se esforçado para nos ajudar a sair dessa situação. Quem sair vai fazer falta, e ele não é diferente. Sabemos que precisamos de todos, mas temos soluções para dar conta do recado e é o que temos feito

Qual conversa após o clássico?
Papel de cobrança, sobre o que temos feito. E papo de confiança, que temos condições de sair dessa situação

Defesa é o que está prejudicando?
De fato, sabemos que precisamos melhorar a parte defensiva. E não é somente os quatro que estão ali atrás, é todos que precisam se doar mais. Temos de trabalhar, vocês sabem o quanto estamos trabalhando. Claro que precisa de atenção no jogo, temos feito gols, e precisa de atenção na hora de matar o jogo.

Semana de treinos
Tem coisas que precisamos corrigir, algo que temos falhado. Na parte defensiva, e também na tática do time. É sempre benéfica para o time se recondicionar, colocar as ideias em prática, e é o que temos feito

Fase do time atrapalha renovação de contrato?
Nem tenho pensado nisso, apenas em tirar o São Paulo dessa situação. A confiança é muito grande de sair. Mas minha grande preocupação nesse momento é de tirar o São Paulo dessa situação, trabalhar para corrigir os erros, e depois de contrato vamos ver mais para a frente.

Está sobrecarregado na marcação?
Não, está todo mundo se doando. Mas, como eu disse, é preciso um pouco mais de cada um. Se a gente não tiver essa consciência, vai ficar difícil para a gente tirar o São Paulo dessa situação.

Preocupação com a fase
A preocupação é muito grande. Jogar no São Paulo não é fácil, tricampeão mundial. Estamos preocupados, sim. Mas a confiança é muito grande que vamos dar a volta por cima.

Tem peso nas pernas nessa situação?
Acho que peso nas pernas já não tem, essa pressão, palavra está muito extinta. Todo jogador que está aqui tem muita história. E os mais jovens estão recebendo condições para fazer o melhor possível. Mas peso nas pernas acho que não, temos de ter consciência que estamos em time grande

Por que Cueva não está mais jogando bem?
Isso é uma avaliação de vocês. Sabemos da grande qualidade que ele tem. É um jogador que precisa, como todos, se doar mais. Sabemos que é um grande jogador, e precisamos muito dele para sair dessa situação.

Ano passado o Cruzeiro sofreu mas escapou. O que o São Paulo precisa fazer?
Trabalho. Aí o Mano Menezes chegou, e tivemos uma sequência de resultados positivos. O Mano colocou suas características, fechou também na parte defensiva. E conseguia vencer os jogos. É isso que precisamos.

 

Fonte: Lance

Um comentário em “Lateral diz que é preciso se doar mais do que 100% para salvar o São Paulo

  1. Cara de pau, é só pegar alguns gols que tomamos pelo seu lado e ver que nem pra correr e marcar você presta, não me admira que estava encostado no Cruzeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*