L. Fabiano volta a decidir. Que papel ele terá no fim de ano do São Paulo?

Luis Fabiano voltou a decidir. O camisa 9 fez um gol e deu uma assistência para Kaká no triunfo por 2 a 1 sobre o Vitória, no último domingo (09), em Salvador. Na reta final da temporada, com o time ainda brigando por títulos no Campeonato Brasileiro e na Copa Sul-Americana, o papel do jogador tornou-se um dos pontos mais importantes para o São Paulo responder.

O desempenho contra o Vitória foi uma espécie de redenção para Luis Fabiano. O centroavante chegou a sete gols no Campeonato Brasileiro e ratificou a artilharia do São Paulo na temporada 2014. São números importantes para alguém que havia perdido espaço até entre os titulares.

“Claro que eu não fico feliz de ficar no banco. Ninguém pode ficar, a menos que seja alguém sem ambição. Mas eu estou trabalhando para tentar recuperar minha oportunidade”, disse Luis Fabiano depois do jogo contra o Vitória.

Luis Fabiano havia perdido espaço entre os titulares porque ficou afastado por causa de uma lesão. Esse período coincidiu com um encaixe da formação com Alan Kardec na frente e Alexandre Pato como segundo atacante. E aí o espaço do camisa 9 passou a ser questionado.

“No ano passado eu não estive bem fisicamente. Neste ano eu vinha bem, mas me machuquei. Ainda estou voltando à minha forma”, admitiu Luis Fabiano.

Além do time encaixado, o desempenho contou para o centroavante perder espaço. O jogador ficou um mês sem marcar até balançar as redes no dia 27 de outubro, na vitória por 3 a 0 sobre o Goiás. Durante o período de seca, o técnico Muricy Ramalho chegou a ter uma conversa conm o camisa 9 para pedir que ele mantivesse a calma e não descontasse na arbitragem.

Depois do jogo contra o Goiás, Luis Fabiano não foi usado em duas partidas contra o Emelec (pela Sul-Americana) e passou em branco na vitória sobre o Criciúma (pelo Brasileiro). E aí o centroavante voltou a marcar contra o Vitória.

“Fazia tempo que ele não jogava sem a bola como fez hoje [domingo]”, elogiou o técnico Muricy Ramalho. “Ele fez uma função boa e brigou muito. Foi um jogo muito bom do Luis”, completou.

A reação de Luis Fabiano criou uma incógnita para Muricy Ramalho. O centroavante pode ser mantido entre os titulares para desempenhar papel de coadjuvante ou de protagonista, ou ainda voltar aos reservas.

“Agora a gente vai ver se vai mexer no time. Aqui todo mundo tem a cabeça boa e sabe que as mudanças são sempre para o bem do time. A gente tem de pensar e ver o que é melhor”, tergiversou Muricy.

No domingo, contra o Vitória, Alan Kardec foi poupado. E Alexandre Pato, que está machucado, já voltou aos treinamentos. “Ele começou a trabalhar um pouco mais forte e não sentiu. Para quarta-feira eu acho um pouco em cima, mas para o fim de semana pode ser que ele volte. Nem se for para o banco”, avisou o treinador.

O São Paulo está nas semifinais da Copa Sul-Americana e ocupa a segunda posição do Campeonato Brasileiro, a cinco pontos do líder Cruzeiro. Faltam cinco jogos para o término da competição nacional.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*