Kaká sonha com recuperação no Real e poupa Mourinho de críticas

Kaká foi presença constante nas manchetes da imprensa esportiva europeia ao longo das últimas semanas. Os supostos desentendimentos do jogador com o técnico do Real Madrid, José Mourinho, e uma consequente negociação com outras equipes estamparam diversas vezes os jornais do Velho Continente.

Com a permanência na equipe madrilenha assegurada, já que a janela de transferências se encerrou na última sexta-feira, o meia falou àRede Globo  neste domingo sobre a relação com o treinador português, a sensação por ser poucas vezes escalado e as constantes lesões, entre outros assuntos. Confira os melhores momentos da entrevista abaixo:

Lesões e banco de reservas – “É como se estivesse reiniciando uma carreira aos 30 anos, depois de tudo o que conquistei. Eu me pergunto: será que vale a pena? Por enquanto a resposta tem sido positiva, ainda quero isso.”

Negociações – “Minha motivação é estar de novo entre os relacionados do Real. Todas essas especulações sobre o Paris Saint-Germain, Milan, não houve nada disso. Chegou uma proposta da China, e outras de alguns campeonatos que eu não queria jogar.”

Suposta declaração de Mourinho, dizendo que não teria a intenção de contar com o meia – “A reunião aconteceu, mas aqueles comentários não são verdade. Eles (comissão técnica e diretoria) estipularam uma estratégia, algo que fosse bom para mim e para o clube.”

Relação com o treinador – “É uma relação profissional, de respeito mútuo. Acho normal que de vez em quando um treinador confie mais em um jogador do que no outro. Ele deixou claro que iria me respeitar e me dar oportunidades dá mesma maneira para todo mundo.”

Vontade de recuperar a vaga de titular –  “Sempre chego antes, treino antes. Acho que essa é a única forma de eu voltar. Acredito que pouco a pouco o torcedor foi perdendo a esperança, mas eu não perco.”

Retorno ao São Paulo e à Seleção – “Não, não foi a minha prioridade essa volta (ao São Paulo). Tenho muita vontade de retornar para a Seleção, por merecimento.”

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*