Já de olho no São Paulo, Negueba rejeita ser o substituto de Lucas

Reforço do São Paulo para 2013, o atacante Negueba ainda não está ligado ao elenco tricolor, mas já acompanha as partidas de sua futura equipe, nesta temporada. Sem espaço no Flamengo, clube pelo qual tem vínculo até o final deste ano, o jovem jogador tenta, antes de chegar ao time do Morumbi, evitar o status de ser o substituto do atacante Lucas.

Titular absoluto do time de Ney Franco, o camisa7 são-paulino foi vendido para o Paris Saint-Germain por 43 milhões de euros e se apresenta na equipe francesa em janeiro. Embora chegue no mesmo mês, Negueba refutou comparações. “Não estou indo para substituir Lucas, apenas para somar”, afirmou, em entrevista para a Rádio Globo.

“Posso fazer a função do Lucas, estou acompanhando mais os jogos do São Paulo, mas ser substituto dele é complicado, a torcida se identificou. Quero ajudar totalmente o São Paulo”, acrescentou o jogador. “Estou encarando como uma nova experiência (a ida para o São Paulo). Não tive contato com o Ney Franco, mas espero que seja o melhor possível”, disse.

Revelação do Flamengo, Negueba foi envolvido na transação que mandou Cléber Santana para a Gávea. O meio-campista, que disputava a Série B pelo Avaí, tinha vínculo com o São Paulo e a ideia da equipe catarinense era contar com o atacante, que negou a transferência. A atual transferência foi sacramentada em setembro: os tricolores ficarão com o rápido atacante por empréstimo durante a temporada de 2013 e terão preferência de compra de 70% do passe do atleta com valor fixado em 3,5 milhões de euros (R$ 9,1 milhões).

Maurício Val/VIPCOMM

Sem espaço no Flamengo, o jovem atacante Negueba já pensa na chegada ao São Paulo, em 2013

Sua trajetória no Flamengo, porém, começou a se complicar um pouco antes. Após a derrota para o Santos, na Vila Belmiro, dia 12 de setembro, o técnico Dorival Júnior decidiu afastar o jogador, que não vem sendo utilizado na equipe carioca. A situação no clube que o revelou ainda incomoda Negueba.

“Estava difícil ficar no Flamengo. Tive a oportunidade, mas aconteceram algumas coias e fiquei para trás. Agora é pensar no São Paulo e que mude bastante o meu futebol”, explicou, antes de enumerar seus problemas. “Foi um pouco a torcida, influencia na diretoria, influencia várias coisas. Agora estou mais maduro. Fiquei magoado com o Flamengo, sou prata-da-casa, mas acontece”, lamentou o atacante de 20 anos.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*