Igor Gomes lamenta estreia com empate, mas festeja atuação pessoal

Na base do São Paulo desde os 12 anos de idade, o meio-campista Igor Gomes ganhou do técnico André Jardine a oportunidade de estrear como profissional no empate sem gols com o Sport, na noite do último sábado. O garoto, de apenas 19 anos, entrou no segundo tempo e atuou fora de posição ao substituir o lateral Araruna.

– Não foi da maneira que eu queria, mas estou feliz com meu desempenho, por ter estreado e alcançado mais um objetivo – discursou o jogador na zona mista do Morumbi, não escondendo sua lamentação pela perda de valiosos pontos contra o Sport nesta reta final do Campeonato Brasileiro.

Destaque na Copinha deste ano, quando o São Paulo ficou com o vice-campeonato, perdendo para o Flamengo na decisão, Igor Gomes subiu ao time principal no meio desta temporada e já havia ficado no banco de reservas em algumas oportunidades.

Meio-campista de formação, o jogador soma passagens pelas categorias de base da Seleção Brasileira e é mais uma esperança do São Paulo para as próximas temporadas.

Com a efetivação de André Jardine no comando técnico do time principal do clube do Morumbi, Igor Gomes sabe que pode ganhar mais espaço. Afinal, o treinador também vem das categorias de base do São Paulo e conhece o potencial de cada dos garotos revelados em Cotia.

– Ele já trabalhou com a gente, já conhece, viu a gente crescer no CT de Cotia. Claro que com o Jardine facilita o processo, sim. A cada jogo ele coloca mais garotos da base, isso é legal para a nossa bagagem. Vai ser importante tê-lo aqui – pontuou Igor Gomes.

No próximo fim de semana, o São Paulo encara a Chapecoense, em Chapecó, ainda com a esperança de conquistar uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores do ano que vem. A tendência é de que o jovem meio-campista do Tricolor esteja à disposição de Jardine no banco de reservas.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*