Hudson: atuação que dá moral!

No duelo contra o São Bento (1 x 0) na noite da última quinta-feira (12), no Morumbi, o volante Hudson deixou o gramado com a sensação do dever cumprido. Decisivo, o camisa 25 entrou no decorrer da partida, deu cara nova ao time e sofreu o pênalti convertido por Rogério Ceni, que recolocou o Tricolor no caminho das vitórias no Campeonato Paulista de 2015. A atuação do meio-campista, que também mostrou nos números a sua eficiência, deu moral na briga por uma vaga para o confronto com a Ponte Preta neste final de semana.

Na volta para a segunda etapa no embate com o clube do interior, o técnico Muricy Ramalho colocou Hudson no lugar de Thiago Mendes, que tinha cartão amarelo, e deu ainda mais liberdade aos homens de frente. A alteração do treinador funcionou, e o time são-paulino retornou mais agudo e ofensivo.

E de tanto insistir, o São Paulo conseguiu finalmente abrir o marcador. Aos 27, Hudson foi derrubado por Marcelo Cordeiro. O árbitro José Cláudio Rocha Filho assinalou pênalti! Na cobrança, Rogério Ceni deslocou o goleiro Henal, bateu de chapa no canto e abriu o placar no Morumbi. Tricolor na frente: 1 a 0.

“O Muricy pediu um pouco mais de velocidade. O Thiago Mendes saiu, porque tinha cartão, e a gente não estava nos melhores dias como um conjunto. Mas, a jogada do pênalti e o lance onde passei perto de marcar me deram um destaque maior”, avaliou o defensor, que por pouco não anotou uma pintura no Morumbi.

Ligado, o volante Hudson ainda passou perto de marcar um verdadeiro golaço, mas parou no arqueiro adversário. Aos 35 minutos, o camisa 25 fez fila na zaga do São Bento e finalizou de pé esquerdo, mas o goleiro Henal defendeu. Lindo lance do volante do Tricolor, que deu cara nova ao time no segundo tempo e soube aproveitar bem a oportunidade.

“Foi uma pena. Fui feliz na jogada, mas infeliz na finalização (risos). Foi mérito do goleiro, mas foi uma pena a bola não ter entrado”, afirmou o volante, que está de olho em uma oportunidade em Campinas. Suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Denilson não poderá encarar a Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli.

Durante a coletiva de imprensa após o triunfo sobre o São Bento, Muricy revelou que preservará alguns titulares e dará uma oportunidade ao restante do elenco. Motivos de sobra para animar Hudson. “Estou sempre à disposição, e o Muricy sabe que pode contar comigo. Procuro fazer o meu trabalho e, assim, tentar ajudar o time”, finalizou o meio-campista, que mesmo entrando no intervalo teve o maior índice de desarmes da partida, com seis roubadas de bola.

 

Fonte: saopaulofc.net

2 comentários em “Hudson: atuação que dá moral!

  1. Estou gostando do Hudson, apesar de ser cotado pelo técnico como ultima opção, quando tem chance aproveita o máximo. Eu no lugar dele sinceramente já tinha desistido, um dia espero que próximo ele entra e não sai mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*