Grêmio se surpreende com recusa de Ganso

Paulo Henrique Ganso preferiu o São Paulo ao Grêmio. O meia foi descartado pelos gaúchos na terça-feira após dizer ao técnico Vanderlei Luxemburgo que tinha vontade de jogar no clube do Morumbi. Tal negativa pegou os dirigentes gremistas de surpresa. O clube se considera, hoje, o ‘paraíso’ para atletas em recuperação.

Não são poucos exemplos que reforçam a tese gremista. Kleber, por exemplo, saiu do Palmeiras brigando com dirigentes e comissão técnica. Antes de sua chegada, era considerado uma ameaça ao elenco e gerava desconfiança. Em Porto Alegre encontrou a paz, mostrou futebol e atualmente é um dos ídolos do clube.

Em baixa na Europa, os mesmos benefícios foram vistos por Marcelo Moreno. Depois de rodar por Inglaterra, Ucrânia e Alemanha sem sucesso e com muitas lesões no currículo, o boliviano apostou no time do Olímpico para se recuperar. Da mesma forma, obteve sucesso.
Os casos mais recentes são os de Elano e Zé Roberto. O primeiro vivia turbulência no Santos, com vida pessoal exposta na mídia e cobranças excessivas da torcida. Escolheu o Grêmio, voltou a brilhar e é um dos destaques do Brasileirão. Zé Roberto também poderia ter parado em São Paulo, mas o projeto do clube gaúcho falou mais alto. Provando que não está ‘velho’, o meia comanda a armação da equipe.

Outros tantos exemplos poderiam ser citados. Como Pará – desprestigiado no Santos – e Werley – perseguido pela torcida do Atlético-MG. Ambos são titulares e tem total apoio da comissão técnica.

Por tudo isso, o Grêmio se considerava na frente do São Paulo para persuadir o jogador. A estrutura do clube é considerada atraente, além da parceria de velhos conhecidos e da projeção dada pela inauguração da Arena, que ocorrerá dia 8 de dezembro em amistoso contra o Hamburgo.

Mas nada foi suficiente, algo que desagradou o comando. “Quando outros jogadores vieram para o Grêmio, como Elano, Zé Roberto, Kleber, todos disseram que se engajavam no nosso projeto de Libertadores e inauguração da Arena. Ele [Ganso] preferia o São Paulo. Não posso aceitar no Grêmio um jogador que não esteja com a cabeça nisso. Ainda mais um jogador que não vem jogando regularmente. Com isso encerramos o assunto”, disse o presidente do Grêmio, Paulo Odone.

Os gaúchos consideram que o camisa 10 precise de um tratamento específico para voltar a brilhar, e isso era o que estava programado para ocorrer no Olímpico. Não mais. Descontente com o comportamento do atleta, o Grêmio passa a ignorar o tema.

Fonte: Uol

Um comentário em “Grêmio se surpreende com recusa de Ganso

  1. Esse cara não tem senso do ridiculo. Quando foi que atletas preferiram o Gremio ao S.Paulo? Citou varios jogadores que foram para lá por falta de opçao..
    Quem disputou com eles a contratacao do Ze Roberto? Quem mais foi atras do Kleber depois que ele pegou essa fama de destemperado? Pará e Wesley são “foram pouco aproveitados” ou dispensados devido queda de desempenho?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*