“Garçom”, Bruno deve ganhar chance no São Paulo e aposta em evolução

A temporada 2017 já está no mês de maio, mas o lateral-direito Bruno vai recomeçar do zero para buscar seu espaço na defesa do São Paulo. Recuperado de uma lesão no tornozelo direito, sofrida na partida contra o Botafogo, pelo Campeonato Paulista, no dia 22 de março, o defensor deve ganhar chance na decisiva partida da próxima quinta-feira, contra o Defensa y Justicia, pela Copa Sul-Americana, no estádio do Morumbi. Ele se apóia nos números para mostrar que pode jogar.

Bruno tem quatro assistências na temporada, uma a menos que Luiz Araújo, que é o principal garçom da equipe no ano. Só que o lateral atuou bem menos que o atacante (esteve presente em 13 das 25 partidas da equipe no ano. Já Araújo atuou 21 vezes). Como o São Paulo precisa vencer os argentinos na próxima semana para seguir adiante na competição continental ( o primeiro jogo foi 0 a 0), a força do lateral no apoio pode ajudar a equipe.

– Na lateral, tem uma disputa muito boa com o Buffarini. Eu me considero um jogador muito bom na parte defensiva e que sabe aproveitar as investidas no ataque. Tenho um excelente número de assistências e isso pode fazer a diferença. Confio no meu trabalho e sei que tenho todo o respaldo da comissão técnica do clube – afirmou o lateral-direito tricolor.

Bruno ficou muito tempo em recuperação no Reffis. Como o time não tinha lateral para escalar na partida de volta contra o Cruzeiro (Buffarini e Araruna estavam machucados), pela Copa do Brasil, o atleta aceitou ir para o sacrifício e começou jogando o duelo disputado no Mineirão. Mas sentiu o ritmo e precisou ser substituído com pouco tempo de partida. Jucilei entrou no seu lugar. Agora ele está pronto para se dedicar os 90 minutos.

– A gente tem que estar preparado para ajudar sempre que é preciso. O jogo contra o Cruzeiro era importante, valia classificação e me doei ao máximo para contribuir. Treinei bem todos esses dias, me sinto bem e estou confiante que vamos fazer um grande jogo e conseguir a classificação (contra o Defensa) atuando diante da nossa torcida – ressaltou o camisa 2.

Um dos atletas com mais tempo de casa no elenco atual (chegou em dezembro de 2014), o lateral acredita que o São Paulo mostrará evolução após o período de treinamentos que está sendo realizado no CT da Barra Funda.

– Temos um grande elenco e um treinador com muita capacidade para tirar o melhor de todos os atletas. Infelizmente, o início do ano não foi como o esperado, mas temos duas competições pela frente, duas competições para brigar por títulos. Precisamos readquirir confiança. Com as vitórias, as coisas boas vão acontecer naturalmente. As derrotas que aconteceram serviram para todos amadurecerem e corrigirmos os erros.

O empate por 0 a 0 na Argentina obriga o São Paulo a vencer o Defensa y Justicia por qualquer placar. Até porque uma igualdade com gols (1 a 1, 2 a 2…) classifica o adversário. Um novo 0 a 0 leva a decisão da vaga para os pênaltis.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em ““Garçom”, Bruno deve ganhar chance no São Paulo e aposta em evolução

  1. A tática vai ser a seguinte, não fez gol no primeiro tempo coloca o Gilberto junto com o Pratto e bola na área, como no tempo do Murici se não dá por baixo vai por cima. O salário dos pessoal que ficar no banco paga toda folha dos homens, para com isso .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*