Ganso recusa proposta de renovação, e SP admite subir teto salarial

Paulo Henrique Ganso e seu estafe recusaram a primeira proposta de renovação de contrato feita pelo São Paulo, há cerca de um mês. Com vínculo válido até setembro de 2017, Ganso recebe R$ 300 mil mensais e não tem o valor reajustado desde setembro de 2012, quando foi contratado. Segundo apurou o UOL Esporte, o São Paulo ofereceu valor próximo a R$ 400 mil mensais.

Procurado pela reportagem, o São Paulo admitiu a oferta e a recusa. O clube ainda diz que o valor ofertado é ligeiramente superior a R$ 400 mil mensais. A diretoria são-paulina continua negociando e agora reavalia o teto salarial e prepara nova proposta. Dentro da cúpula, admite-se subir o teto salarial atual e fazer de Ganso o atleta mais bem pago do elenco, mas quem comanda o futebol pondera que a evolução das negociações depende de o atleta mostrar desejo de permanecer.

O argumento do estafe de Ganso ao recusar a proposta de renovação é que a oferta de cerca de R$ 400 mil não representa um aumento salarial. Justifica-se que o valor oferecido cobre apenas o reajuste de acordo com a inflação entre o fim de 2012 e o início de 2016, e pouco além disso.

Ganso deseja ficar no São Paulo. O estafe do meia reconhece que o clube tem mantido conversas frequentes sobre a renovação contratual desde o início de ano. Diferentemente do que aconteceu no ano passado, atualmente o jogador não considera a hipótese de se transferir para os Estados Unidos ou para o Oriente para alcançar objetivos financeiros – em julho de 2015, o Orlando City, de Kaká, ofereceu R$ 800 mil mensais de salários ao meia. Agora o objetivo é seguir no Brasil ou se transferir para um clube grande da Europa para conquistar objetivos esportivos.

Até onde o São Paulo pode chegar?

Como não teve os vencimentos reajustados no São Paulo, Ganso se distanciou no teto salarial. Hoje Diego Lugano, Wesley, Michel Bastos, Alan Kardec e Jonathan Calleri recebem mais do que o camisa 10. Se aceitasse os R$ 400 mil propostos, porém, o meia alcançaria o teto.

A partir da recusa de Ganso à primeira oferta de renovação, o São Paulo intensificou as conversas internamente para saber até que patamar pode chegar na negociação com o meia. A diretoria do clube ressalta que tem um limite financeiro e também não poderá propor salário tão acima daqueles que hoje têm os maiores vencimentos do elenco. Com contrato até setembro de 2017, Ganso poderá assinar pré-contrato com outro clube em março do ano que vem para sair do São Paulo de graça se o vínculo não for renovado.

Aos 26 anos, Ganso vive em 2016 a melhor fase desde que saiu do Santos, no fim de 2012. Em 15 jogos, o meia tem seis gols marcados e duas assistências, marca que contabiliza participação em 50% dos 16 gols marcados pelo time na temporada. Nos últimos seis jogos, foram cinco gols marcados – nenhum outro atleta da equipe fez gols nas últimas cinco partidas.

Além do bom rendimento de Ganso em campo, o estafe do meia usa na negociação as propostas e sondagens recebidas de outros clubes nos últimos anos. Em junho de 2015 o Flamengo ofereceu R$ 10 milhões pelos 32% dos direitos econômicos do meia que pertencem ao São Paulo. Na mesma época, o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, apresentou oferta de valor equivalente a R$ 9 milhões pela mesma parcela. Antes, o Napoli, da Itália, demonstrou interesse no jogador e acabou entrando em atrito com o então presidente Carlos Miguel Aidar.

 

Fonte:Uol

9 comentários em “Ganso recusa proposta de renovação, e SP admite subir teto salarial

  1. tem que tomar muito cuidado com essa renovação para nao fazer besteira ,mesmo porque o ganso é um jogador extremamente fundamental no soberano ,ou seja se vai qualificar o elenco com jogadores de nível para jogar com ele deixe o ganso ,caso o soberano nao vá qualificar o elenco vendam o ganso .

    eu espero que o dono da Odebrecht fale tudo mais tudo mesmo ,eu quero vê o brasil passado a limpo como sempre falei tolerância zero ir para rua para pedi fora PT e burrice tem que pedi é fora tudo de ruim nesse pais é PT, PSDB, PMDB ETC ., eu espero que dessa vez os movimentos vão para rua cobrar tolerância zero e nao apenas FORA PT

    acorda brasil e olha a lista da Odebrecht

    pra sempre soberano

  2. Eu trataria igual o Corínthians tratou o Guerrero. Sem loucura, se não quer ficar, ADEUS, só começou a jogar agora e certamente vai parar de jogar depois de renovar.

  3. O ideal seria vende-lo nessa janela do meio do ano é só se aproximar o fim dos contratos que esses caras resolvem enganar,por mim pode vender.Tá na hora do SP se acertar financeiramente e despachar os medalhoes uma vez que eles nao tem poder de decisão mesmo.

  4. Se ele fosse mais participativo e principalmente decisivo em jogos importantes concordaria em pagar mais, mas sempre que tem um jogo decisivo (clássicos) ele se esconde e não encosta na bola, para que pagar uma fortuna? Para jogar contra os timinhos do paulista (e olha la)? Se não quer 400, então que vá embora!!! Faca mais para que seja recompensado e contra times grandes, pequenos não vale!!

  5. O São Paulo precisa do Ganso como nunca.
    Fora que é inaceitável ele receber menos que qualquer um desses.
    Quando você paga mais para quem joga melhor, você cria senso de justiça.

  6. Estou vendo uma repetição das estórias do Pato e o Michel Bastos. Ambos, quando se aproximava o momento de vencimento de contrato, pra um, e a abertura da janela européia de transferência, esperança do outro, se esforçaram em campo e melhoraram seus rendimentos. Após a renovação do Michel todos viram o que aconteceu com o seu futebol e como ele colocou “as manguinhas de fora” até mesmo “peitando” treinador e torcida. O Pato, após decepção, mesmo caso. E o Ganso agora: após três anos de péssimo futebol, eis que “renasce” sua forma técnica e, inclusive, começa a marcar gols, fruto de seu esforço, muito superior ao que vinha demonstrando até então, que o está levando a entrar na área e a chutar a gol tantas vezes pedido pelo Murici e os outros técnicos, porém só agora executado. Por que será? Tem alguma coisa a ver com a tal renovação pretendida? E se renovar: vai ele continuar no ritmo atual ou vamos ver aquele come-e-dorme dos outros anos?
    Acho que o SP vai precisar de um tempo antes de resolver o “pacote”…

  7. Paulo Pontes, procede a notícia que o Wesley e Michel Bastos, ganham mais que o Ganso? Isto mostra o porque a situação financeira do São Paulo está um caos!

  8. Acho impressionante como os jogadores do São Paulo quando estão perto de terminar o vínculo, jogam o que não jogaram antes!

    E depois de renovar o vínculo caem de produção vertiginosamente, foi assim com Michel Bastos e será com o Ganso!

    Depois me cobrem lá na frente!!!!

  9. É importante não desprezar uma análise mais enfática do custo X benefício. Além disso, ele é um jogador que tem mercado e que, portanto, pode render algum $$ numa operação de venda. Fora esses aspectos, na atual conjuntura, é o ÚNICO jogador que podemos classificar como CRAQUE nesse plantel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*