Everton voltará pela terceira vez em clássicos após lesões

Everton, do São Paulo, está recuperado de um estiramento na coxa esquerda e vai enfrentar o Corinthians, neste sábado, às 17h, na Arena do rival, pela 33ª rodada do Brasileirão. Será o terceiro retorno seguido do meia-atacante em clássicos.

A diferença é que agora Everton teve mais tempo de recuperação no São Paulo. No total serão 34 dias, período no qual ele perdeu quatro jogos.

Antes de encarar Santos e Palmeiras Everton teve praticamente três semanas de recuperação para cada clássico. Ele retornou e nos dois jogos voltou a sentir as lesões. Antes do San-São ele desfalcou o Tricolor em três partidas, e até retornar para o Choque-Rei foram mais duas partidas fora.

Primeiro Everton teve um estiramento na coxa esquerda contra o Ceará, no dia 26 de agosto. O jogador ficou exatamente três semanas fora. Ele perdeu três partidas e retornou como titular no clássico com o Santos, no dia 16 de setembro, na Vila Belmiro.

No fim do primeiro tempo, no entanto, Everton voltou a sentir dores e foi substituído. No banco, acabou consolado por Diego Aguirre (veja na foto abaixo).

Na ocasião, Everton sentiu uma fibrose (cicatrização), fruto de uma lesão sofrida quando jogava no Flamengo.

Everton é consolado por Diego Aguirre no banco da Vila Belmiro — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Everton é consolado por Diego Aguirre no banco da Vila Belmiro — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Mas logo nos primeiros movimentos Everton voltou a sentir dores. Ainda assim ele preferiu jogar até o fim do segundo tempo.

Dentro de campo, inclusive, jogadores do Palmeiras “previram” uma iminente lesão. A sensação de atletas do rival era de que o são-paulino teria um problema muscular na primeira corrida mais forte. Após exames, foi diagnosticado um novo estiramento na coxa esquerda.

Agora, Everton vai completar cinco semanas (mais de um mês) fora desde o último estiramento: do dia 6 de outubro até este sábado (10 de novembro), quando o São Paulo encara o Corinthians na Arena. Nesse período o jogador perdeu mais quatro jogos.

Lesões, tempo de recuperação e jogos perdidos por Everton

Data Jogo Lesão Everton Tempo fora
26/08 São Paulo 1 x 0 Ceará Sofreu estiramento na coxa esquerda Foi titular e jogou 68 minutos
02/09 São Paulo 1 x 1 Fluminense Recuperação do estiramento não jogou 7 dias
05/09 Atlético-MG 1 x 0 São Paulo Recuperação do estiramento não jogou 10 dias
08/09 São Paulo 1 x 0 Bahia Recuperação do estiramento não jogou 13 dias
16/09 Santos 0 x 0 São Paulo Sentiu fibrose na coxa esquerda Foi titular e jogou 45 minutos Voltou no clássico após 20 dias sem atuar e se lesionou
22/09 São Paulo 1 x 1 América-MG Recuperação da fibrose na coxa esquerda não jogou 6 dias
30/09 Botafogo 2 x 2 São Paulo Recuperação da fibrose na coxa esquerda não jogou 14 dias
06/10 São Paulo 0 x 2 Palmeiras Sofreu novo estiramento na coxa esquerda Iniciou no banco, entrou no intervalo e jogou 45 minutos Voltou no clássico após 19 dias sem atuar e se lesionou
14/10 Internacional 3 x 1 São Paulo Recuperação do novo estiramento não jogou 8 dias
20/10 São Paulo 0 x 0 Atlético-PR Recuperação do novo estiramento não jogou 14 dias
26/10 Vitória 0 x 1 São Paulo Recuperação do novo estiramento não jogou 20 dias
04/11 São Paulo 2 x 2 Flamengo Recuperação do novo estiramento não jogou 29 dias
10/11 Corinthians x São Paulo deverá ser titular Voltará no clássico após 34 dias sem atuar

Na ocasião, o técnico achava melhor liberar o atleta do tratamento, preocupado com o lado psicológico do jogador pelas seguidas lesões, enquanto profissionais do clube eram favoráveis à continuidade da recuperação. A opinião do uruguaio prevaleceu, e Everton foi liberado para ficar com a família no Rio de Janeiro.

Para encarar o Corinthians, Aguirre terá a volta de Everton, Jean e Hudson (os dois últimos suspensos diante do Flamengo). Por outro lado, o técnico não conta com Rojas e Luan (lesionados).

O uruguaio faz mistério e não revela o time, mas a provável escalação é a seguinte: Jean; Bruno Peres, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Liziero; Everton, Gonzalo Carneiro e Diego Souza.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*