‘Espião são-paulino’ dá dicas e Pato tem chance de brilhar na Libertadores

Alexandre Pato não teria hora melhor de fazer sua estreia pela Copa Libertadores. Após marcar dois gols no último sábado, na vitória por 4 a 0 sobre o Grêmio Osasco Audax, e assumir a artilharia isolada do Paulistão com seis gols, o atacante tem nesta quarta-feira, contra o Danubio, no Morumbi, sua grande chance no São Paulo.

De acordo com o zagueiro Gerson, brasileiro que atua no Atenas (URU) e que venceu o rival são-paulino da Libertadores por 3 a 1, no último domingo, pelo campeonato uruguaio, Pato é um jogador essencial para o sucesso Tricolor no duelo.

– O ideal não é jogar com Kardec e Luis Fabiano juntos. O São Paulo tem que jogar só com um centroavante, e jogar com alguém rápido pelo lado, como o Pato. Com dois jogadores de área eles vão marcar com mais facilidade. O Michel Bastos precisa jogar no meio porque vai explorar bem as saídas do Nacho e as falhas do setor. Já o Pato deve usar espaço das descidas dos alas – disse o defensor em entrevista ao LANCE!Net.

O “espião” brasileiro também deu algumas dicas para o treinador Muricy Ramalho utilizar no confronto. Segundo o jogador, emprestado pelo Grêmio ao clube uruguaio e com passagens no Oeste e Red Bull Brasil, o Danubio utiliza duas formações durante a partida, ambas apresentando falhas na marcação.

– Eles jogam em dois sistemas táticos, tanto no 3-5-2, quanto no 4-4-2. No 3-5-2 o principal é jogar nas costas dos alas deles. Já no outro sistema, o 4-4-2, é atras dos dois volantes. Deve-se tomar cuidado com o Nacho Gonzáles, o principal jogador deles. Já entre as principais virtudes, eles são muito lutadores, brigam bastante e abrem o jogo. E se chegarem pelo lado eles vão cruzar – revelou.

O escolhido nos últimos treinamentos na equipe titular, Alexandre Pato é o nome certo para iniciar a partida ao lado de Luis Fabiano. Outra arma é Michel Bastos. Novamente como um meia de ligação, o atleta mostrou ter confiança no artilheiro do Paulistão, apesar da oscilação nas exibições de Pato.

– É um grande jogador, a gente confia bastante nele. A gente sabe que muitas vezes tem que dar o cutucão nele, uma empurradinha, e como vi o Muricy Ramalho falando, se colocar na cabeça dele que ele pode, vai ajudar bastante. Vem ajudando, é artilheiro do Paulista, não pôde estar contra o Corinthians, mas quarta vai fazer um grande jogo – concluiu o meio-campista.

VEJA O BATE-BOLA COMPLETO COM O ZAGUEIRO GERSON E TODAS AS DICAS

L!Net: Tem alguma jogada mais forte? algum ponto mais utilizado?

Gerson: Eles têm duas jogadas. A troca de frente, que é a diagonal. Trabalham bastante isso. E a passada pela lateral, dá o tapa na ponta e passa. Se passou pela lateral, eles vão cruzar. Jogaram contra nós com dois atacantes de área, para realmente utilizar este fundamento. Quando estão no 3-5-2 fazem sempre isso.

E qual o ponto falho deles?

As costas do volante é o principal ponto. Com a gente eles começaram no 3-5-2 e depois mudaram pra 4-4-2. O Ignácio Nacho é mais meia de ligação, deixa muito furo nas costas, sai muito para o jogo. Já o Hamilton mostra falhas na parte da marcação.

O Matías Castro, que fez o gol contra o San Lorenzo, é um atacante que deve ter atenção especial?

É um jogador de bom porte físico, mais centroavante, um camisa nove. Ele complica, um cara que se posiciona bem na área, precisa marcar em cima. Não pode dar espaços porque ele se movimenta bem, mas não pelos lados, e sim dentro da grande área mesmo.

Qual o jogador de destaque do Danubio?

O volante Ignacio González. Ele é driblador agudo e de bom passe. Tem habilidade com a bola nos pés, ótima visão de jogo, se não marcar o Nacho, ele vai complicar e criar boas chances para o Danubio. A maioria das jogadas que fazem passam pelos pés dele.

 

Fonte: Lance

2 comentários em “‘Espião são-paulino’ dá dicas e Pato tem chance de brilhar na Libertadores

  1. O Murici precisa colocar o Michel Bastos armando pela direita, onde seu corte para o meio e finalização são muito eficazes; pela esquerda ele perde estas características, muito importantes para jogar contra times fechados na defesa.

  2. Ganas, intensidade, busca do objetivo que e’ a vitoria, sempre.
    Voce como craque e’ muito bom, faca uso disso,
    se imponha como se impoem com a mulherada bonita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*