Em alta no Pacaembu, Pratto pega o Santos para fechar trinca de rivais

São Paulo, Lucas Pratto, Pacaembu. Essa combinação fez a alegria do torcedor tricolor nas duas vezes em que o time atuou no estádio este ano. Neste sábado, às 17h, pela 31/[ rodada do Brasileiro, novo desafio, e se a fórmula funcionar novamente, o artilheiro Pratto fechará uma marca: dos grandes rivais do Tricolor, o Santos, adversário desta tarde, é o único que ainda não sofreu nas mãos do argentino.

Contratado no início deste ano por cerca de R$ 22 milhões do Atlético-MG, Lucas Pratto confirmou sua fama de goleador nos clássicos, anotando contra Corinthians e Palmeiras, uma vez cada. Contra o Santos, no entanto, ele bateu na trave. Literalmente. No clássico do primeiro turno na Vila Belmiro, o camisa 9 carimbou a trave de Vanderlei em cobrança de pênalti, na derrota por 3 a 1. Foi o primeiro jogo após a demissão de Rogério Ceni e o que antecedeu a chegada de Dorival Júnior – o auxiliar Pintado, hoje fora do clube, comandou o time.

A esperança está renovada agora com a mudança de casa. Devido a shows, o São Paulo precisou se afastar do Morumbi e mandar jogos no Pacaembu. A troca deixou o torcedor receoso. Mas fez muito bem a Pratto, obrigado. O jogador ficou 11 jogos sem marcar gol e encerrou o jejum na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, primeiro da série de cinco jogos do Tricolor no palco municipal. Já no último domingo, o argentino voltou a marcar, abrindo o placar para a vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo. Gols importantes, que evitaram a volta à zona do rebaixamento.

Neste sábado, um possível tento do argentino pode ser ainda mais relevante. Com 37 pontos, o Tricolor inicia a rodada na 14ª colocação, com quatro pontos acima do Z4, e pode respirar aliviado caso bata o rival. Para isso, nada melhor que contar com os gols de seu camisa 9.

Até o momento, Pratto anotou 13  gols pelo Tricolor,. É o artilheiro do time na temporada, vice no Brasileiro com sete, um a menos que Hernanes. Nos clássicos, seu aproveitamento ainda é baixo. Em dez jogos, marcou dois gols. fez na vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras no primeiro turno do Brasileiro no Morumbi, e no empate por 1 a 1 contra o Corinthians na Arena Corinthians, pelo segundo jogo da semifinal do Paulista — o resultado eliminou o Tricolor. Mas, desta vez, um gol pode valer o alívio tão esperando para o time no Campeonato Brasileiro e ter o gostinho especial de anotar contra todos os rivais. É com você, hermano!

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*