Elenco se reapresenta e espera retribuir voto de confiança

O técnico Muricy Ramalho inovou e colocou em prática uma ideia que há muito desejava. Como o São Paulo só joga nesta segunda-feira por conta das eleições e pelo clássico entre Palmeiras e Corinthians disputado no último sábado, o comandante são-paulino premiou o comprometimento do elenco tricolor durante toda a temporada e retirou o período antecipado de concentração.

Os jogadores, que treinaram tanto no sábado quanto no domingo, não tiveram que permanecer no Centro de Treinamento da Barra Funda para o duelo contra o Goiás. O grupo se apresentou somente nesta segunda-feira no horário do almoço.

A iniciativa do comandante foi elogiada pelos jogadores, que aprovaram a ação. “Gostei, até porque sou um cara mais família. Então, pude ficar com a minha esposa e com o meu filho. Foi a primeira vez na minha carreira que pude ficar com a minha família antes de um jogo. Sei que é comum essa prática na Europa e achei muito válida”, revelou o zagueiro Edson Silva.

O volante Souza, um dos pilares da equipe são-paulina, chegou ao clube acompanhado do pequeno Nicolas, que nasceu este ano e foi se ‘despedir’ do pai antes da preparação final para o confronto com o Esmeraldino. Alguns atletas, como o atacante Alan Kardec, aproveitaram para brincar com o novo torcedor são-paulino. “Ele veio concentrar com a gente e trazer sorte (risos)”, brincou o camisa 14.

“Agora, queremos corresponder positivamente dentro de campo. Não como uma resposta, mas para mostrar que temos condições de brigar pela vitória e manter a briga pelo título do Campeonato Brasileiro”, finalizou Edson Silva.

Vale lembrar que essa atitude de permitir que os jogadores ficassem com as suas famílias nas vésperas dos jogos já vinha sendo amadurecida pela comissão técnica. Experiente, Muricy sempre revelou ser contra a concentração.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*