Douglas desembarca em São Paulo e ainda lamenta expulsão

O São Paulo voltou de Belo Horizonte, após a derrota para o Atlético-MG, no início da tarde desta quinta-feira. E Douglas desembarcou na capital paulista convicto de que o árbitro errou no lance de sua expulsão.

Aos 25 minutos da primeira etapa, o camisa 23 escorregou em uma dividida e acabou acertando o volante Leandro Donizete. Sandro Meira Ricci interpretou a jogada como violenta e aplicou cartão vermelho para o são-paulino.

Ney Franco e todos os jogadores do Tricolor reclamaram do critério de Ricci. Douglas viu um exagero por parte da arbitragem.

– Não tive a mínima intenção de dar carrinho, acabei escorregando ali na bola. Até então era a segunda falta minha, acabou tendo a expulsão, mas agora não tenho nada o que fazer, já foi – afirmou o lateral ainda no Aeroporto de Congonhas.

Com o cartão vermelho, ele terá de cumprir suspensão no próximo sábado e não enfrenta a Portuguesa, no Morumbi. Problema para Ney Franco que também não poderá contar com Paulo Miranda, que cumpre a função de lateral, e está suspenso pelo terceiro amarelo.

– O professor tem suas opções, espero que faça o melhor em prol da equipe. Independentemente de quem estiver entrando, que faça o melhor para ajudar a nossa equipe – disse Douglas.

O treinador pode optar por improvisar Wellington ou Paulo Assunção no setor. Outra opção, mais remota de ser usada, é Lucas Farias. Garoto promovido da base, mas que ainda não estreou no profissional.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*