Denilson exalta volta por cima no Tricolor e sonha com Libertadores

O volante Denilson viveu uma temporada com dois momentos bastante distintos. Após iniciar 2014 sem espaço no elenco comandado por Muricy Ramalho, o jogador reagiu, ajudou o setor defensivo a ressurgir e se tornou titular do São Paulo. Agora, o foco é aproveitar o tempo livre, sem jogos, para descansar e se recuperar para o principal objetivo do Tricolor no ano que vem: a Taça Libertadores da América.

– Para mim foi muito importante o ano de 2014 porque passei pelos dois lados da moeda. Tive um primeiro semestre com várias dificuldades, mas o segundo foi totalmente diferente. Acabei o ano bem, e o mais importante é estar com a consciência limpa. Agora é pensar em 2015, porque todos os jogadores do São Paulo pensam em ganhar esse título da Libertadores – afirmou, em jogo festivo organizado por ele e Leandro Damião, neste sábado, em Taboão da Serra.

Enquanto Corinthians e Palmeiras trocaram de técnico, e agora estão sob comando de Tite e Oswaldo de Oliveira, o São Paulo manteve Muricy no comando. Para Denilson, a permanência do treinador é um trunfo do Tricolor contra os maiores rivais. Apesar do fim do empréstimo de Kaká, o volante acredita que a base do elenco será a mesma para 2015.

– O trabalho do Muricy vai ter continuidade. Se sair algum jogador, serão um ou dois. É importante todo mundo estar junto e trabalhando para que 2015 seja um ano ainda melhor. O Kaká foi importante também, mas a vida segue. Agora é utilizar dentro e fora de campo tudo o que ele nos ensinou – opinou.

Até o momento, o São Paulo contratou dois atletas ex-Fluminense, o lateral-esquerdo Carlinhos e o lateral-direito Bruno, além do volante Thiago Mendes, que estava no Goiás. O zagueiro Breno, por sua vez, voltou ao clube após ser liberado da prisão na Alemanha.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.