Defesa falha e São Paulo cede empate no Morumbi

 

O São Paulo pressionou durante todo o jogo, mas não conseguiu vencer no estádio do Morumbi, na noite deste sábado, e deixou o gramado sob vaias. Depois de ter desperdiçado várias oportunidades na frente, o Tricolor chegou ao gol com Alan Kardec, mas o goleiro Rogério Ceni falhou ao dar rebote na área, e o time da casa cedeu o empate por 1 a 1 ao Criciúma, pelo Campeonato Brasileiro.

 

Diante de mais de 46 mil torcedores no estádio, o time de Muricy Ramalho ainda não pôde contar com Kaká em casa e apostou na dupla formada por Alan Kardec e Alexandre Pato. Porém, o ex-corintiano perdeu muitos gols e irritou a torcida, que chegou a gritar Luis Fabiano, que não ficou à disposição por conta de lesão muscular na coxa direita.

Os dois gols saíram no segundo tempo. Enquanto Kardec deixou sua marca, Rodrigo Souza foi o autor do gol do time visitante. Com o resultado, o São Paulo chega ao terceiro jogo seguindo sem vitória no Brasileirão, tendo agora 20 pontos, no sétimo lugar. Já o Criciúma tem 12 pontos, perto da parte de baixo da classificação.

A partida ainda teve um susto com o lateral esquerdo Álvaro Pereira, que bateu o rosto no chão em disputa pela bola, mas quis continuar em campo. A próxima partida do São Paulo no Nacional será contra o Vitória, dia 10, no Morumbi.

O jogo – O São Paulo começou a partida buscando o ataque, mas levou um susto logo no início. Wellington Bruno mandou para a área, e Rafael Toloi desviou na tentativa de tirar, mas quase Silvinho alcançou na sequência. Apesar de alguns espaços deixados atrás para eventuais contragolpes, o time de Muricy Ramalho continuou buscando alternativas para chegar ao gol do adversário.

De tanto insistir, os donos da casa encaixaram um lance de perigo aos 17 minutos, quando Maicon chegou à linha de funda pela direita e cruzou para perto da marca do pênalti, onde apareceu Alexandre Pato com liberdade para finalizar de primeira, para fora, enquanto o goleiro nem sequer teve tempo de se mexer. Em seguida, o Criciúma teve de passar por sua primeira alteração, já que Wellington Bruno sentiu lesão e foi substituído por Higor.

Mesmo com o São Paulo mais presente na frente, o Criciúma também se mostrou atento para responder. Depois de erro do time paulista na saída de bola, Rafael Costa fez o passe na direita para Bruno Lopes, que arrematou com força e exigiu defesa de Rogério Ceni.

Na tática armada por Muricy Ramalho, o volante Maicon encontrou liberdade para se aproximar do ataque, já que contava com a proteção de Denilson e Souza. Além disso, Ganso chamou o jogo para tentar armar aos dois atacantes, Pato e Kardec. Desta forma, aos 23, Alan Kardec recebeu bela bola de Ganso pela direita, girou na área e chutou, mas a bola saiu sem direção.

Neste momento, o São Paulo já tinha amplo domínio do jogo e, ao contrário do que aconteceu contra a Chapecoense, via espaços para ameaçar os visitantes. Maicon, inclusive, carregou a bola pela intermediária e finalizou para fora. Pouco depois, Souza aproveitou bobeira da defesa do Criciúma, tirou o marcador com um movimento de corpo na área e saiu com liberdade, mas concluiu errado.

Mesmo com a pouca eficiência de Douglas pela direita, o Tricolor tinha outras opções de avanço. Aos 32, Pato recebeu a bola no meio da área, fez fila até puxar para a direita e finalizou com perigo. O goleiro defendeu e deu rebote ao mesmo atacante, que, diante de uma barreira de adversários, preferiu rolar atrás para Maicon arrematar, mas a bola parou na marcação.

O ex-corintiano entendeu o recado de Muricy para se dedicar mais ao time e até deu um carrinho na área para recuperar a bola no sistema ofensivo tricolor. Na continuação da jogada, Souza rolou para Álvaro Pereira arrematar com força, dando trabalho ao goleiro. Mas Pato percebeu que só esforço não seria suficiente. Aos 39, Ganso fez excelente lançamento para o atacante, que recebeu com liberdade nas costas da zaga e arrematou de primeira, mas a bola saiu fraca, nas mãos do goleiro. A torcida ficou inconformada e começou a gritar o nome de Luis Fabiano, que está entregue ao departamento médico.

Antes do fim do primeiro tempo, Maicon apareceu como surpresa na frente e cruzou rasteiro da direita, a bola desviou no zagueiro Ronaldo Alves e quase entrou, acertando a rede pelo lado de fora. As duas equipes voltaram sem alterações para a etapa complementar, e logo os são-paulinos reclamaram da arbitragem, pois Álvaro Pereira arrancou com a bola pela esquerda, driblou um marcador e caiu na área na hora do chute, pedindo pênalti, mas o árbitro considerou tudo normal.

Apesar de o Criciúma ter diminuído os espaços atrás, o São Paulo seguiu encontrando maneiras de ameaçar, e desperdiçando. Alexandre Pato recebeu bom passe em velocidade e falhou, pois chutou nas mãos do goleiro, fazendo a torcida gritar novamente o nome de Luis Fabiano.

Em seguida, Muricy Ramalho foi obrigado a mudar o time, já que Rodrigo Caio sentiu lesão e acabou substituído por Paulo Miranda. Como o Tricolor não conseguia transformar as chances em gols, a torcida pediu raça para os atletas. Os são-paulinos continuaram cobrando, e a equipe quase respondeu em campo. Ganso fez a assistência para Denilson chutar e dar trabalho a Luiz. No rebote, Álvaro Pereira mandou na rede pelo lado de fora.

Pouco depois, o lateral esquerdo uruguaio deu um susto no Morumbi, pois caiu em disputa pela bola e bateu o rosto no chão. O atleta precisou de atendimento médico e até a ambulância se preparou para entrar no gramado, mas o são-paulino deixou o campo de maca. Recuperado, Álvaro Pereira voltou para o jogo e ainda deu início à jogada do gol tricolor.

Em disputa na defesa, o lateral roubou a bola do adversário e começou o contra-ataque do Tricolor. Na velocidade, Alan Kardec recebeu a bola de Ganso e mandou para a rede na saída do goleiro, aos 28 minutos. Com a vantagem no placar, Muricy Ramalho tirou Alexandre Pato e colocou Ademilson na equipe.

No entanto, o Criciúma conseguiu o empate. Depois de falta para a área, Rogério Ceni espalmou no meio da área e Rodrigo Souza aproveitou para fazer o gol. A partir daí, o São Paulo se lançou no desespero ao ataque, mas não conseguiu a vitória em casa.

 

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 CRICIÚMA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 2 de agosto de 2014, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (Fifa-MG) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Douglas (São Paulo)
Público: 46.617
Renda: R$ 1.243.465,00
Gols: SÃO PAULO: Alan Kardec, aos 28 minutos do segundo tempo
CRICIÚMA: Rodrigo Souza, aos 35 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rodrigo Caio (Paulo Miranda), Rafael Toloi e Álvaro Pereira; Souza, Denilson (Boschilia), Maicon e Ganso; Alexandre Pato (Ademilson) e Alan Kardec
Técnico: Muricy Ramalho

CRICIÚMA: Luiz; Eduardo, Fábio Ferreira, Ronaldo Alves (Gualberto) e Giovanni; Rodrigo Souza, Martinez, Wellington Bruno (Higor) e Rafael Costa; Silvinho e Bruno Lopes
Técnico: Wagner Lopes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*