Decepção com empate vira motivação para reagir no Morumbi

Ninguém no São Paulo escondeu a frustração com o empate por 1 a 1 diante do Paraná Clube, lanterna do Campeonato Brasileiro. O tropeço nessa quarta-feira, na Vila Capanema, em Curitiba, foi admitido tanto pelo técnico Diego Aguirre quanto pelos jogadores logo após o fim do confronto pela 20ª rodada.

“Sem dúvida, o planejamento era a vitória, sabíamos que ia ser difícil, deles, eles iam dar tudo para sair dessa situação, mas nosso plano era fazer três pontos. Infelizmente, não aconteceu”, reiterou Sidão, antes de deixar o estádio.

O sentimento amargo não se deu somente pela ausência da vitória contra um adversário que é o último colocado na tabela de classificação. O triunfo do Internacional em cima do Bahia, na Fonte Nova, pesou. A vantagem de três pontos na liderança caiu para apenas um ponto (42 a 41).

O cenário preocupante fez com que a gana por uma vitória no domingo, em cima do Ceará, no Morumbi, aumentasse ainda mais. Um resultado positivo é fundamental e enfrentar o penúltimo colocado diante de aproximadamente 60 mil pessoas faz com que a confiança em uma reação imediata da equipe só cresça nesse momento de lamentação.

“Faltou um pezinho ali, a bola estava passando na frente do gol, faltou alguém empurrar a bola para dentro, mas é vida que segue”, afirmou Reinaldo, com discurso determinado. “Chegaram perto, mas a gente continua na frente. Espero sair com os três pontos no domingo para continuar na frente e no final ser campeão”, disse, já citando o Internacional, agora principal concorrente pela taça.

“Tenho certeza que a gente é uma equipe madura, sabe o que quer na partida, no campeonato. Tenho certeza que esse empate não vai afetar em nada”, avisou o lateral esquerdo.

O São Paulo se reapresenta no CT da Barra Funda nessa quinta-feira, às 13h. O time fará apenas dois treinamentos com elenco completo antes da partida de domingo, agendada para às 11h. Na sexta e no sábado, os trabalhos serão à tarde.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Decepção com empate vira motivação para reagir no Morumbi

  1. O empate fora sempre é bom, mas contra times pequenos e rebaixados nao pode deixar escapar a chance, mas fazer o que, nao sei se os jogadores nao entraram naquela de ja ganhou, e ainda mais depois do 1×0 se acharam, deram mole.
    Se quer ganhar o brasileirao tem que ter gordura para queimar contra times mais fortes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*