De volta, Ceni diz ter se sentido bem durante trabalho sob chuva

Passados oito dias desde que se reapresentou com dor na coxa direita, Rogério Ceni finalmente deixou o Reffis. Na manhã desta quarta-feira, a quatro dias do clássico contra o Palmeiras, o goleiro são-paulino voltou a trabalhar com bola, sob chuva, e saiu satisfeito do gramado.

“Já tinha feito trabalho aeróbico na segunda e na terça-feira. Hoje, no primeiro treino específico com bola, me senti bem. Seguirei fortalecendo a musculatura e amanhã me junto ao elenco”, disse o capitão, que, por conta do estiramento leve na coxa, desfalcou a equipe no empate de domingo com o Avaí, no Morumbi.

Desde terça-feira passada, quando se queixou de incômodo no local, Ceni vinha fazendo tratamento intensivo, em até três períodos. Segundo o técnico Juan Carlos Osorio, o departamento médico chegou a aconselhá-lo a dosar os trabalhos, tamanha era sua vontade de participar do duelo com o time catarinense.

Vetado da partida – e substituído por Renan Ribeiro –, ele deu continuidade à recuperação nos primeiros dias da semana e foi liberado para ir a campo nesta quarta-feira. Durante uma hora e meia, sob chuva, o jogador de 42 anos fez defesas e chutou bolas com a perna direita, aparentando estar completamente recuperado. Em seguida, correu no gramado com os colegas.

Além do clássico no Palestra Itália, o fim de semana reserva  a ele uma partida contra torcedores, na sexta-feira à noite, organizada pela agência de turismo do clube. Quarenta e quatro são-paulinos pagaram R$ 4.880,00 cada para participar do evento, no qual o ídolo atuará na linha por 60 minutos (dois jogos de meia hora) e cobrará pênaltis contra todos.

Dois dias depois, ele deverá – a não ser que volte a acusar dores – reencontrar o rival que o derrotou por 3 a 0, na primeira fase do Campeonato Paulista, no Palestra Itália. Na ocasião, Ceni ficou marcado por um gol  de cobertura em chute pouco à frente do meio-campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.