Contra tabu no ano, vice-líder São Paulo encara o lanterna Criciúma

Criciúma e São Paulo se enfrentam neste domingo, às 17h, no Heriberto Hülse, em Criciúma, e o Tricolor vai precisar quebrar uma marca negativa se quiser vencer e continuar sonhando com o título do Campeonato Brasileiro: a equipe paulista não sabe o que é vitória em Santa Catarina este ano, após três confrontos.

No Brasileiro, foram dois empates contra Figueirense (1 a 1) e Chapecoense (0 a 0). Já na Copa Sul-Americana, São Paulo e Criciúma também se enfrentaram na fase nacional da competição: derrota por 2 a 1, revertida apenas no jogo de volta, com vitória por 2 a 0, no Morumbi.

O retrospecto negativo mostra a dificuldade encontrada pela equipe de Muricy Ramalho em jogar nos estádios catarinenses. A cinco pontos do Cruzeiro, o Tricolor não pode mais vacilar para ser campeão.

Muricy não terá Kaká, poupado, Rafael Toloi, lesionado, e Alexandre Pato, aprimorando a parte física após se recuperar de uma lesão na coxa esquerda. Em contrapartida, Denilson e Luis Fabiano, que cumpriram suspensão na Sul-Americana, voltam.

Do outro lado, o Criciúma, lanterna da competição, aposta na estreia do técnico Toninho Cecílio, contratado para tentar salvar a equipe do rebaixamento. Toninho chegou exigindo atenção, mas quer vencer.

– Não vou ter três homens de marcação forte, mas se eles se ajudarem na ocupação de espaço atende ao que entendo que a equipe precisa. Em contrapartida, com os jogadores técnicos no meio, tenho uma saída interessante. Temos que marcar e agredir, preocupar o São Paulo – disse.

FICHA TÉCNICA

Data-Hora: 02-11-14 – 17h (de Brasília)
Local: Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Árbitro: Dewson Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Márcio Santiago (Fifa/MG) e Marcio Correa Dias (PA).

CRICIÚMA: Bruno; Eduardo, Joílson, Fábio Ferreira e Giovanni; Rodrigo Souza, João Vitor Roger Gaúcho e Cléber Santana; Lucca e Souza. Técnico: Toninho Cecílio

São PAULO: Rogério Ceni, Hudson, Paulo Miranda, Edson Silva e Alvaro Pereira; Denilson, Souza, Ganso e Michel Bastos; Alan Kardec e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*