Com poucos treinos e mudanças, Ricardo sofre para ajeitar o São Paulo

Já virou rotina no São Paulo. A cada jogo, Ricardo Gomes altera a escalação da equipe. Ele só repetiu o time uma vez desde que foi contratado. Para quarta-feira, contra o Sport, em Recife, o técnico terá de mexer em três posições em relação ao time que ficou no 0 a 0 com o Flamengo, sábado à tarde, no Morumbi. Só que ele não terá muito tempo para trabalhar essa equipe, já que a reapresentação está marcada para segunda-feira e a delegação já viaja na terça.

Para começar, o meia Cueva e o volante Wesley levaram o terceiro cartão amarelo e terão de cumprir suspensão automática. O peruano seria desfalque de qualquer maneira, já que viajará para servir à seleção do seu país nas Eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2018. Pelo mesmo motivo, Mena também não atuará no Nordeste. Ele estará na seleção do Chile.

São Paulo x Flamengo Ricardo Gomes (Foto: Mauro Horita)Ricardo Gomes novamente problemas para armar o time tricolor (Foto: Mauro Horita)

Na zaga, ainda deverá ocorrer uma quarta mudança, já que Maicon deverá ter condições de jogo para substituir Lugano e formar dupla com Rodrigo Caio. Ricardo Gomes elogiou a atuação do uruguaio, mas ressaltou que ele tem dificuldades físicas de atuar quando os jogos são disputados às quartas e domingos.

Mesmo com pouco tempo para trabalhar, Ricardo mantém o otimismo. Ele reconhece que hoje o maior problema está no ataque. O time cria pouco e, consequentemente, pouco finaliza ao gol adversário.

– Nosso maior problema é esse, mas vai melhorar, tenho certeza. Vamos trabalhar em busca disso. Temos elenco qualificado e podemos evoluir. A transição das jogadas do meio para a frente precisa ser mais rápida. Contra o Flamengo, toda a vez que recuperávamos a bola, o Flamengo tinha tempo suficiente para se reorganizar – explicou o treinador são-paulino.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*