Centurión explica foto com arma e diz: “Sou provocador dentro de campo”

Ricardo Centurión mostrou personalidade na sua entrevista coletiva de apresentação no São Paulo. O meia-atacante, ex-Racing, não fugiu das perguntas na sala de imprensa lotada do CT da Barra Funda. E demonstrou com as palavras ter habilidade parecida com a que exibia nos campos da Argentina, onde fez o gol do título da competição nacional de 2014.

O jogador de 22 anos falou sobre a foto em que aparece exibindo uma arma e também admitiu ter estilo ousado dentro de campo.

– Sim (risos), sou um jogador provocador dentro de campo. É o meu jogo característico. Sou um jogador que pode incomodar (a defesa), que no mano a mano pode desequilibrar. Vou buscar isso. Sobre a arma, foi uma brincadeira. Eu era muito novo e tinha 16 anos. Não foi nada importante. São coisas que passam na vida. A história da arma é uma história fechada. Estou muito feliz de estar aqui. Foi só uma foto e quero fazer o melhor no São Paulo – afirmou.

Centurión São Paulo (Foto: Fabricio Crepaldi)Centurión posa ao lado de sócio-torcedor do São Paulo após apresentação (Foto: Fabricio Crepaldi)

Jogador de velocidade com o perfil pedido pelo técnico Muricy Ramalho, Centurión elogiou Luis Fabiano, dono da marca de 200 gols pelo Tricolor. É possível que o argentino auxilie o centroavante atuando no lado esquerdo do campo, setor do campo ocupado por ele no Racing.

– Eu vi o Luis Fabiano jogar muitas vezes. É extraordinário. Estou aqui para ajudar. Vai sair tudo bem. Há muitos grandes jogadores: Ganso, Pato, Luis Fabiano, Rogério Ceni… Tenho de estar tranquilo e fazer bem as coisas. Venho aqui para aprender com esses ídolos – disse.

Centurión, por fim, respondeu sobre o que poderia fazer diferente de outros argentinos que fracassaram recentemente no São Paulo. Os exemplos mais recentes são o meia Cañete (emprestado ao São Bernardo) e o lateral-esquerdo Clemente Rodriguez (treinando separado).

– Cada um que chega no clube sabe o que tem de fazer. Argentinos passaram aqui e não foram bem, mas eu começo uma nova fase aqui. Vou fazer o melhor para esse grande clube. Espero que seja por um grande tempo – finalizou.

O presidente Carlos Miguel Aidar, responsável por comandar a apresentação de Centurión, falou sobre o que o Tricolor ganha com a chegada do argentino. O clube fez questão de convidar sócios-torcedores para participarem do evento, com o intuito de reforçar a ligação com o programa de associados.

– A vinda dele traz uma expectativa de ter um estrangeiro atuando aqui quando vamos jogar a Libertadores. É importante alguém “hablar”. Ele é aguerrido, lutador e vibrante. Deu o título ao Racing (com um gol decisivo). Nem sempre fazer gols e dar passes é tão importante quanto a participação. Vejo essa importância nele – disse o presidente.

O São Paulo anunciou que o empresário Vinicius Pinotti, do ramo de produtos cosméticos, foi oresponsável por bancar o investimento da contratação, avaliada em 4,2 milhões de euros (R$ 12,7 milhões), por 70% dos direitos econômicos. O clube só arcou com o custo da comissão de agentes, mas terá de devolver o montante emprestado sem um prazo fixado, com juros de mercado. Centurión assinou por quatro temporadas.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Centurión explica foto com arma e diz: “Sou provocador dentro de campo”

  1. Tem que provocar mesmo,
    nada de beijinho, beijinho,
    ta buscando nossa vitoria,
    mas sem ultrapassar limites
    como tem feito nosso medalha’o,
    que acaba nos ferrando.
    Esperamos muito de voce, e como.
    Vamos, sim, buscar OUTRA LIBERTADORES.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*