Ceni vê São Paulo ‘muito abaixo’ e enaltece superioridade do Atlético

Poucas palavras e tristeza para Rogério Ceni no fim da vitória do Atlético-MG sobre o São Paulo. Resignado com a má atuação da equipe, totalmente entregue na goleada por 4 a 1, o goleiro deixou o campo rapidamente. Para ele, o Tricolor jogou menos do que podia. Seu time precisava vencer por dois gols de diferença, já que havia perdido no Morumbi por 2 a 1.

– Jogamos muito abaixo do que podíamos, e eles foram superiores – resumiu.

Com a camisa vermelha utilizada pelos jogadores de linha na partida contra o Penapolense, no Campeonato Paulista, Rogério ainda fez três boas defesas, que evitaram um placar maior. Não teve o que fazer nos gols, e foi traído pelo recuo curto de Rafael Toloi, que encontrou Diego Tardelli no meio do caminho.

Com contrato até o fim do ano, Ceni já anunciou, logo após a classificação da equipe na fase de grupos, que esse deverá ser seu último ano como jogador. Caso se confirme a aposentadoria, a partida no Independência foi sua despedida da Libertadores, seu torneio preferido. Ceni soma 14 gols na competição – é o maior artilheiro do São Paulo – e foi campeão em 1993, como um dos reservas de Zetti, e em 2005, já como capitão e principal jogador do time.

Quem também pode ter feito sua despedida é o volante Denilson. Ele tem contrato de empréstimo até junho, seus direitos estão vinculados ao Arsenal. A diretoria do São Paulo ainda não tem convicção de que vai tentar estender sua permanência no Morumbi. Chateado, ele admitiu que a goleada sofrida não será esquecida facilmente.

– É um resultado que vai deixar uma marca muito grande nos jogadores – afirmou.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*