Ceni se emociona com apelo da torcida, mas confirma aposentadoria

Rogério Ceni confirmou após a vitória por 2 a 1 sobre o Bahia, no último sábado, no Morumbi, que vai se aposentar no fim deste ano. O goleiro reafirmou sua intenção mesmo depois de ouvir os torcedores pedindo para ele adiar a aposentadoria durante o triunfo.

– Tomara que esse grito possa aumentar, é sinal do reconhecimento de um trabalho, você se torna mais feliz. Mas tudo na vida tem um fim, não tem jeito, chega a hora. Ninguém está preparado para parar. Acho que o dia simplesmente chega e você tem de saber conviver a partir daí – disse.

Após o goleiro marcar de falta o gol de número 123 na carreira, a torcida presente no Morumbi cantou: “Ô, ôôôô, não para, Rogério!”. Ano passado, um apelo público fez efeito e o capitão voltou atrás no desejo de parar. No entanto, desta vez até Muricy Ramalho, que iniciou o movimento para Ceni permanecer este ano, acredita que desta vez será diferente.

– Eu conheço ele bem, só que agora está com umas dores. Então, quando sente assim… Ele é muito intenso, muito profissional, só que dói, machuca também, porque treina muito. Jogo não é facil. Ano passdo eu pedi, comecei a conversa, já estava meio definido, todo mundo comprou a ideia, torcida, e ele mudou. Ele se sentiu melhor. Agora, ele está preparado para não continuar – afirmou Muricy.

– Mas tecnicamente continua sendo um dos melhores do Brasil. Ele encurta o caminho, faz defesas incríveis, só que doi – completou o técnico.

Se o São Paulo chegar à final da Copa Sul-Americana, Rogério Ceni ainda terá mais 15 partidas, sendo seis no torneio internacional e nove no Campeonato Brasileiro. Neste caso, a despedida seria no dia 10 de dezembro, data da final. Se o Tricolor for eliminado antes, Ceni vai pendurar as chuteiras no dia 7 de dezembro, contra o Sport, em Pernambuco.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*