Caso Victor: São Paulo deposita dinheiro de compra de Pratto na Justiça

Aparentemente, o Caso Victor vai ganhando os últimos passos. O São Paulo depositou R$ 10,5 milhões em uma conta deliberada pela Justiça no processo do Grêmio contra o Atlético-MG pela transferência do goleiro, em 2012, para o clube mineiro. Agora, os gaúchos farão o pedido para ter acesso aos recursos.

O dinheiro fica em juízo, em uma conta indicada pelo juiz do processo. Por isso, o Grêmio agora precisa entrar com um documento para, enfim, ficar com o dinheiro. O juiz pode por exemplo decidir que o Tricolor só terá acesso aos recursos quando o processo se encerrar por completo.

Segundo o diretor jurídico do Grêmio, Nestor Hein, ainda falta uma parte do pagamento, a ser feito pelo Atlético-MG, de cerca de R$ 3 milhões, por conta de uma multa dada pelo juiz durante o processo.

O São Paulo fez o pagamento dos R$ 10,5 milhões em juízo por conta de uma vitória gremista na Justiça no processo contra o Atlético-MG. O Tricolor tentou penhorar as contas dos mineiros, mas depois mirou a renda com a venda do centroavante Lucas Pratto. Recentemente, o presidente do Galo, Daniel Nepomuceno, tentou acordo com o Grêmio, sem sucesso na negociação. O dirigente conversou com o mandatário gremista, Romildo Bolzan Júnior, quando ambos estavam no Paraguai, hospedados no mesmo hotel, para jogos da Libertadores.

O fato nos tribunais ocorre justamente nas vésperas do Grêmio receber o Atlético-MG, no domingo, às 16h, na Arena, pelo último jogo do primeiro turno do Brasileirão.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*