Brasileiros colocaram Muricy e Mano em caminhos diferentes

Muricy Ramalho e Mano Menezes são dois dos principais técnicos do Brasil na atualidade. Mas, no que diz respeito às conquistas de Brasileirão, o são-paulino deixa o colega corintiano para trás com sobras. O “Senhor Brasileirão” tem quatro títulos – três pelo Tricolor (o tricampeonato de 2006, 2007 e 2008) e um pelo Fluminense (2010) –, enquanto o gaúcho busca sua primeira taça.

– Tenho gana de ter uns cinco, seis (títulos do Brasileirão). É lógico que o técnico precisa ter vontade de ganhar o Brasileiro, é o principal campeonato do país. Muito mais ainda o técnico que dirige o Corinthians, ter essa sede de vitorias, os torcedores também têm. A responsabilidade, a cada ano, é se colocar entre os primeiros – disse Mano Menezes.

O corintiano até hoje considera que tinha tudo para conquistar o Brasileirão de 2010, que acabou levado justamente por Muricy. Na ocasião, o então técnico do Flu recusou o convite da CBF para assumir a Seleção Brasileira, e Mano Menezes aceitou deixar o Timão, líder após a vitória por 3 a 1 sobre o Guarani em seu jogo de despedida, na 11ª rodada da competição.

Com Adilson Batista, e na reta final com Tite, a equipe alvinegra deixou escapar a taça para o clube carioca, que venceu na última rodada após vitória sobre o mesmo Guarani do adeus de Mano.

Após iniciar a carreira de técnico no 15 de novembro e comandar o Caxias, Mano Menezes disputou sua primeira Série A do Brasileirão em 2006, pelo Grêmio. No ano anterior, ele havia conquistado a Série B pelo Tricolor Gaúcho. Na estreia na elite, conquistou a terceira colocação. Muricy, em seu primeiro ano pelo São Paulo, foi o campeão, no que seria o primeiro Brasileiro do tri.

Neste ano, o comandante tricolor tem a chance de reiniciar um Brasileirão pela equipe, após ter reassumido o cargo no fim do ano passado, desta vez com o objetivo de escapar da Série B. As perspectivas, no entanto, ainda dependem de reforços, na visão dele.

– Estamos no começo da competição. Não sabemos como os times vão se portar. Vamos ter uma ideia depois da Copa, que vai ser a definição das equipes. Estamos vendo o movimento do nosso mercado, que está inquieto. Só depois da Copa vamos ver se temos condições de pensar na conquista do título – afirmou.

Após três anos sem conquistas, Muricy quer colocar outro Brasileirão na galeria de títulos. Mano, atual líder, agora não dará mais brechas…


Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*