Atlético desafia São Paulo por êxito de planejamento e ações de marketing

O planejamento da diretoria do Atlético-MG para 2013 passa por uma boa campanha na Libertadores. Após ter sido o melhor time na fase de grupos, o alvinegro mineiro enfrenta o São Paulo, na próxima quinta-feira, às 20h15, no Morumbi, em um momento que começa a investir no marketing. Uma derrota elástica para o tricolor, no jogo de ida do confronto mais indefinido das oitavas de final do torneio, poderá levar os planos do clube por água abaixo.

A derrota para o São Paulo, na última partida da fase de grupos da Libertadores, por 2 a 0, colocou o time atleticano em uma situação complicada. O Atlético precisará eliminar o tricolor paulista da competição, para evitar que as ações de marketing que estão sendo iniciadas sejam esfriadas com uma eliminação precoce. O clube começou a semana que promete ser das mais importantes com o lançamento, na Loja do Galo, de produtos com a marca do ídolo Ronaldinho Gaúcho.

A diretora executiva do Atlético, Adriana Branco, minimiza a situação, mas reconhece que os bons resultados do time em campo serão importantes para que o planejamento e principalmente, a divulgação da imagem do clube, permaneça.

“Os resultados são importantes, para motivar ainda mais o torcedor, que é motivado também por resultados, além do amor pelo clube. A torcida do Atlético já é apaixonada pelo time, com resultados positivos, a gente vê o que acontece”, disse Adriana Branco ao UOL Esporte.

O planejamento financeiro e a montagem do time passaram como ponto principal, a disputa da Libertadores, depois de 13 anos de ausência. A diretoria investiu alto para manter Ronaldinho Gaúcho, contratar Diego Tardelli e outros reforços para melhorar o elenco, além de ter mantido Bernard, principal destaque do clube.

“A Libertadores é importante para o clube, faz parte do planejamento nosso. Mas pensamos no futuro, no Brasileiro, na Copa do Brasil. Fomos vice-campeões no Brasileiro, reforçamos o elenco. Então, acredito que somos candidatos ao título. É um conjunto, a gente não pensa em uma competição e sim em uma temporada”, afirmou o diretor de futebol Eduardo Maluf.

A diretoria atleticana, empolgada com o momento vivido pelo time, desde maio de 2012, passou a apostar em ações para divulgar e reforçar a imagem do clube. Na segunda-feira, o clube lançou oficialmente produtos com a marca R10, em sua loja. A procura no primeiro dia foi grande, principalmente pela presença do craque, que distribuiu autógrafos e tirou fotos.

Um bom resultado na sequência da Libertadores é importante para que a imagem do jogador permaneça em alta com o torcedor e que a animação do time não diminua. “É uma marca importante (Atlético), sempre agregando valor, Ronaldinho Gaúcho é um poder de divulgação, é um cara carismático, tem legião de público, então é sucesso”, destacou Adriana Branco.

O diretor da SPR Sports, Pedro Grzywacz procurou não ligar os resultados de Ronaldinho e do Atlético em campo, com o sucesso da venda de produtos da sua marca. “Eu aposto na marca Ronaldinho, independente do momento do jogador. Ronaldinho é uma marca mundial, que é sucesso de procura. Independente do momento dele no clube é uma aposta que a empresa faria com ele. Mas vale ressaltar a rapidez da diretoria do Atlético, que viu o potencial da marca e fechou o contrato com a gente”, disse.

Ronaldinho Gaúcho, por sua vez, valorizou o o projeto de lançamento de produtos com seu nome, que ele considerada uma homenagem. “Pelo momento maravilhoso que venho vivendo, o carinho maravilhoso que recebi aqui desde o primeiro dia, veio essa possibilidade, fiquei muito feliz com essa ideia que tiveram. Ter o meu nome cada vez mais ligado ao Galo é algo que está me dando muita alegria”, destacou o camisa 10 atleticano. Uma das camisas colocadas à venda, no entanto, resume a importância da Libertadores para o jogador e o Atlético-MG. Ela é branca, tem o rosto do craque estampado à frente e, em dourado, os dizeres: “Ronaldinho: Rumo à LIbertadores em 2013″

O que aconteceu nas semifinais da Liga dos Campeões, quando Bayern e Dortmund golearam Barcelona e Real Madrid respectivamente, por 4 a 0 e 4 a 1, nos jogos de ida dos confrontos, e deram passos importantes para se classificarem para a decisão da competição, serve também de alerta para os atleticanos.

“A gente já esqueceu o último jogo. Queríamos vencer para continuar invictos, mas não conseguimos. Agora, o pensamento é em cima desse jogo. Teremos duas partidas difíceis e qualquer erro será fatal. Continuaremos trabalhando forte”, comentou Bernard.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*