Árabes aceitam condições do São Paulo e Denilson vai decidir futuro

São Paulo e Al Wahda já entraram em acordo pelo volante Denilson e agora caberá ao atleta decidir seu futuro. Nesta quarta-feira, o clube dos Emirados Árabes Unidos concordou em pagar 3,1 milhões de euros (cerca de R$ 10,7 milhões), condição imposta pelo Tricolor para liberar o atleta.

– A parte dos clubes está acertada. Os árabes já aceitaram a contraproposta do São Paulo. Agora, o Denilson vai decidir se quer ir – afirmou o empresário André Cury, agente de Denilson, em entrevista ao LANCE.

Ainda nesta quarta, o empresário deve apresentar ao seu cliente as condições oferecidas pelo Al Wahda. Denilson rejeitou a primeira proposta salarial feita pelos árabes, mas os números agora são maiores. Com isso em mãos, o agente tentará convencê-lo a se transferir.

Há, no entanto, duas questões que podem fazê-lo permanecer no São Paulo. Primeiro que Denilson já disse que só aceitará a proposta caso considere os valores muito acima do que recebe no Brasil. Isso porque ele já teve uma conversa com o técnico Juan Carlos Osorio e ouviu do colombiano que é muito importante para a sequência da temporada.

Além disso, Denilson se machucou no treino desta quarta e a gravidade do problema ainda não é sabida. Ele iria fazer exames médicos ainda nesta noite. O jogador deixou o treino nesta tarde com dores no joelho direito, mancando bastante e precisou ser carregado por membros da comissão técnica do São Paulo. Ele se chocou em disputa de bola com Pato.

O São Paulo possui 40% dos direitos econômicos de Denilson, que deve render cerca de 1,3 milhão (cerca de R$ 4,5 milhões) de euros na negociação pelo volante, cujo contrato vai até dezembro de 2017.
Fonte: Lance

Um comentário em “Árabes aceitam condições do São Paulo e Denilson vai decidir futuro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.