Antônio Carlos e Hudson celebram gols e valorizam placar contra Emelec

Dois defensores foram decisivos na vitória do São Paulo por 4 a 2 sobre o Emelec, nesta quinta-feira, no Morumbi, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. Hudson, volante improvisado na lateral direita, e Antônio Carlos marcaram no triunfo que dá ao Tricolor o direito de perder até por um gol, na próxima quarta, em Guayaquil.

Antonio Carlos comemora gol do São Paulo contra o Emelec (Foto: Ale Cabral / Agência estado)Antonio Carlos comemora gol do São Paulo contra o Emelec (Foto: Ale Cabral / Agência estado)

– O gol foi uma emoção muito grande. Estou trabalhando forte, o Muricy vem dando oportunidades – afirmou Hudson, que marcou o primeiro pelo clube.

Depois do placar de 3 a 0 no primeiro tempo, o São Paulo levou um susto no início da etapa final. Em nove minutos, sofreu dois gols e passou sufoco diante dos equatorianos. A defesa, aliás, passou a cometer erros depois que Maicon saiu para a entrada de Antônio Carlos. Hudson foi deslocado para o meio, enquanto Paulo Miranda virou lateral.

– Deixamos cair um pouco no segundo tempo. Temos de saber administrar – ressaltou Hudson.

O respiro veio depois que o mesmo Hudson cruzou na cabeça de Antônio Carlos. O zagueiro-artilheiro subiu mais alto que os marcadores e desviou no canto direito de Dreer. Alívio no time, em Muricy e na torcida, que já ensaiava vaias nas arquibancadas.

– Fico feliz (pelo gol), em um momento difícil. As lesões me atrapalharam bastante, mas nunca deixei de ser trabalhador e respeitar quem estava jogando. Todo mundo quer jogar, mas é preciso respeitar. Entramos relaxados. Eles vieram para cima e acabaram surpreendendo. Em se tratando de 4 a 2, acho que foi um bom resultado – disse Antônio Carlos.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*