Afastado por Ney Franco, Fabrício já sabe que voltará ao Tricolor em 2014

Um dos reforços mais comemorados pela diretoria do São Paulo no início do ano passado, Fabrício segue treinando separadamente enquanto aguarda a definição sobre o seu futuro. Dos sete atletas afastados após a eliminação tricolor na Taça Libertadores da América, ele é o único que foi deixado de lado por uma questão disciplinar. Afinal, entrou em rota de colisão com o técnico Ney Franco.

– A questão do Fabrício foi disciplinar. O treinador procurou a diretoria e disse que não gostaria de trabalhar com o atleta – afirmou uma fonte ligada ao clube do Morumbi, em conversa com a reportagem do GLOBOESPORTE.COM.

Oficialmente, o treinador não confirma o incidente e diz que a opção de afastar Fabrício foi para dar chance a jovens revelados na base, como Rodrigo Caio e Allan.

Contratado no início do ano passado, Fabrício trazia na bagagem a esperança da diretoria de se tornar um dos líderes da equipe. No entanto, as coisas não aconteceram como o esperado. O atleta teve uma sequência de lesões musculares e, no segundo semestre de 2012, sofreu uma ruptura do ligamento cruzado do joelho esquerdo, o que o deixou parado até janeiro deste ano.

Quando voltou a jogar, Fabrício tornou-se apenas uma opção entre os reservas e nunca teve sequência de jogos para mostrar serviço ao técnico Ney Franco. Substituído em um jogo contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, o meio-campista reclamou e pediu tempo da partida, mas acabou colocado na geladeira pela comissão técnica. Para piorar, uma lesão no tornozelo esquerdo o levou de volta ao Reffis.

O afastamento de Fabrício serviu para piorar ainda mais o clima dentro do clube. O volante é muito querido pelos companheiros, principalmente pelo goleiro e capitão Rogério Ceni, que tem apenas relação profissional com o treinador. Apesar de respeitarem a vontade de Ney, a diretoria do São Paulo não cogita rescindir o vínculo do atleta. A meta é emprestá-lo até o fim do ano para que ele retorne em janeiro de 2014.

– O clube ainda aposta muito no Fabrício. Ele volta no ano que vem – disse a fonte.

A Portuguesa mostrou interesse no jogador, mas não houve acordo salarial. Vale lembrar que a volta de Fabrício ao São Paulo pode ser abreviada. Ney Franco retorna aos trabalhos na segunda-feira, mas segue pressionado no comando da equipe. Se o time perder a Recopa Sul-Americana para o Corinthians, existe a chance de ele ser demitido. O que abriria as portas para o retorno do meio-campista.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Afastado por Ney Franco, Fabrício já sabe que voltará ao Tricolor em 2014

  1. Todos os atletas tiveram chance durante o paulistão. O time reserva jogou diversas partidas. O Fabrício entrou até pelo time titular. Não ficou porque não estava jogando bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.