Ademilson não preocupa médico do São Paulo após pancada na perna

O atacante Ademilson teve uma rápida – e importante – participação na vitória que decretou a classificação do São Paulo para as oitavas de final da Copa Libertadores da América, na quarta-feira. Pouco depois de substituir Aloísio, o prata da casa anotou o segundo gol do triunfo por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, machucou a perna esquerda e precisou deixar o campo para a entrada de Fabrício. A contusão, no entanto, não causou preocupação no departamento médico tricolor.

“Não foi nada grave. Ele sofreu um pancada na perna esquerda. Ficou um pouco dolorido, o que é normal, e ele já havia machucado a região anteriormente. Mas não acredito que haja problema”, comentou José Sanchez, médico do São Paulo, minimizando o fato de Ademilson ter deixado o campo com expressão de choro.

De acordo com Sanchez, o zagueiro Lúcio também não desfalcará o São Paulo por ter se machucado durante o jogo com o Atlético-MG. O veterano nem sequer precisou ser substituído na partida. “Ele sentiu uma dor forte na hora, mas foi só isso”, simplificou o médico, garantindo ainda que outro atleta experiente, Rogério Ceni, estava “muito bem” após a vitória.

Já o meia Maicon precisará esperar um pouco mais para se juntar a Ademilson, Lúcio, Rogério Ceni e os demais atletas do São Paulo nos jogos do Campeonato Paulista e da Copa Libertadores da América. O jogador ainda se recupera de um estiramento muscular na coxa esquerda.

“O Maicon vem se reabilitando bem e já está fazendo trabalhos físicos. Temos uma expectativa boa em relação à melhora dele. Só não quero estipular um prazo para não correr o risco de frustrar a torcida”, ponderou José Sanchez.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*