À espera de “sim” de Ceni, São Paulo deixa Luis Fabiano de lado

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, está convencido de que uma eventual extensão de contrato de Rogério Ceni seria benéfica para alavancar o programa de sócio-torcedor, que se tornaria importante fonte de renda para o clube. Por isso, mudou de opinião e espera que o goleiro diga sim à proposta de renovação.

“Ele ainda está em grande forma, ainda é grande goleiro, grande atleta, grande líder. Acho que o São Paulo ainda precisa dele”, falou, na quarta-feira, ao ser questionado o por qual motivo passou a pensar diferente.

Minutos antes, quando deixava o gramado do Morumbi, depois de ter feito um gol na vitória por 3 a 2 sobre o Santos, o próprio jogador de 42 anos se mostrou contrariado. Disse que estenderá o contrato (que atualmente vence em 6 de agosto) até o final da temporada se for por justificativas técnicas, não de marketing. Em sua opinião, alguns projetos da diretoria “não têm noção”.

“Estou plenamente de acordo”, defendeu-se Aidar. “O Rogério é um grande goleiro, hoje equiparou-se ao Raí como artilheiro. Imagine só: um goleiro equiparar-se a um atacante! Realmente, a renovação se dará pela questão técnica. Obviamente, juntamente com a questão técnica, aproveitando o lado do marketing também”.

Situação bastante distinta é a que vive Luis Fabiano. Questionado tecnicamente por parte da torcida, o centroavante não tem grande apelo de marketing atualmente e dificilmente receberá convite da diretoria para ampliar o vínculo que vence em dezembro.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Atuação discreta nos 17 minutos que participou do San-São não aproxima centroavante da renovação

“Temos muito tempo. Ainda estamos próximos ao final do primeiro semestre. O contrato dele vai até o final do segundo semestre. É muito cedo para falar em renovação”, desconversou Aidar, que recentemente prolongou a permanência de Michel Bastos até o fim de 2017.

Quem procurará Luis Fabiano para uma conversa em particular é o novo treinador, o colombiano Juan Carlos Osorio. “Ele já teve com o Rogério e quer ter com o Luis também. Espero que o Luis possa permanecer conosco. Vai ter oportunidade no time, o Osorio gosta de fazer rodízio”, comentou Milton Cruz, que dirigiu a equipe interinamente pela última vez na quarta-feira.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “À espera de “sim” de Ceni, São Paulo deixa Luis Fabiano de lado

  1. O SPFC fez uma festa nunca antes vista quando da contratação de LF e o resultado dele em campo demonstra essa falta de interesse pelo atleta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.