Conheça o estilo de jogo de Jardine

André Jardine comandará o São Paulo pela primeira vez após a demissão de Diego Aguirre. O desafio inicial é um confronto direto da tabela com o Grêmio, nesta quinta-feira, às 19h, no Morumbi, pela 34ª rodada do Brasileirão.

Se Jardine tiver tempo para trabalhar, o torcedor vai perceber aos poucos mudanças radicais na filosofia de jogo do São Paulo em relação a Diego Aguirre.

Nas cinco rodadas finais do Brasileirão, os analistas de desempenho Raony Tadeu e Luis Felipe Batista vão se revezar como auxiliares de Jardine.

Abaixo o GloboEsporte.com mostra alguns dos conceitos de André Jardine, plano A para comandar a equipe em 2019 e que tem Pep Guardiola como referência.

Filosofia de futebol

Diego Aguirre gosta de times reativos. Ou seja, que reagem ao adversário. André Jardine tem por filosofia o jogo “propositivo”, expressão usada por ele próprio em entrevista ao Globo Esporte. Ou seja, tomar a iniciativa e agredir o adversário.

A concepção de futebol dos dois treinadores parte de premissas radicalmente diferentes. Aqui não trataremos sobre se uma é melhor do que a outra. A de Jardine se encaixa mais com o futebol praticado pelos times vencedores ao longo da história do São Paulo.

Ele gosta que seu time tenha a posse da bola, construa jogadas e proponha o jogo. É um técnico adepto do jogo posicional ou jogo de posição, consagrado por Guardiola, e com viés ofensivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*