Mais um empate no Morumbi de um time que não tem cérebro

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo empatou com o Flamengo no Morumbi, em 2 a 2 e tem que levantar mãos aos céus, pois poderia ter sido pior. Culpa do péssimo futebol apresentado de um time acéfalo. E aí, culpa, então, do técnico, que não consegue dar criatividade ao time, tira o único meia que tinha essa condição e arma o time, dentro de casa, com três zagueiros, três volantes e dois laterais – sim, laterais, não alas -, deixando apenas Diego Souza e Gonzalo na frente.

Era visível o posicionamento tático do time para quem estava no Morumbi: três zagueiros, com Arboleda cobrindo o lado direito, Anderson Martins o esquerdo e Bruno Alves o centro. Sim, digo centro porque ele não foi líbero. Quem viu Valber jogar sabe o que é ser líbero. Cinco jogadores no meio, quase que em linha, da direita para a esquerda: Bruno Peres, Luan, Jucilei, Liziero e Reinaldo; Diego Souza e Gonzalo centralizados na área.

Na minha cabeça passou um filme dos bons tempos de nosso 3-5-2, onde estávamos longe de ser retranqueiros. Ali Cicinho descia forte por um lado, Junior pelo outro. Josué ficava, mas Mineiro apoiava; Danilo armava. Que tempo. Hoje Bruno Peres não desceu, Reinaldo, nas vezes que tentou, errou e quem armava era…era…era…era…sei lá. Talvez Liziero. A coisa deu mais certo quando o garoto Luan se soltou e tentou ir para a frente. Aí saíram nossas melhores jogadas.

Aguirre não montou um time para amarrar o Flamengo e sair em contra-ataque. Fosse assim não teríamos tomado o gol de empate tão logo marcamos. A marcação foi bisonha e ninguém sabia o que fazer com a bola. Aliás, se cabia a Liziero alternar com Reinaldo o lado do campo, eles não foram informados.

Acho que o treineiro viu que a coisa não estava boa. No intervalo mudou o esquema, deixando Anderson Martins no vestiário e voltando com Helinho. Na primeira bola que ele pegou trouxe para dentro e mandou uma bomba, marcando um golaço. Deu para sentir que a coisa iria render e que estava ali o substituto do Rojas.

Não sei se por sentir o peso da responsabilidade – acho mesmo que foi isso – ou por ordem do banco, ele encolheu a perna e desistiu de partir para cima do seu marcador. Ao contrário, perdeu contra-ataques e várias jogadas. Mas não entendam que estou aqui jogando nas costas do garoto a responsabilidade. É apenas uma análise. Independente de ter sentido o jogo, acho que tem que ficar no time e fazer o lado direito enquanto Rojas não volta, o que só vai acontecer no próximo ano.

Mas Aguirre continuou errando. Ao tirar Gonzalo e colocar Edimar, passando Reinaldo para a frente, coroou um cara que estava fazendo sua pior partida desde a volta para o São Paulo e acabou com nosso contra-ataque, pois Diego Souza não conseguia mais nem andar em campo. E completou o show de horrores quando Luan se macucou. Seria a hora de colocar Nenê, ou Shaylon, para dar opção de saída de jogo, mas ele colocou Araruna. Sofremos pressão e, com  Sidão no gol, isso é elementar, tomamos o empate.

Aguirre expirou seu prazo de validade. Ele calou a boca de todos, colocou o time na liderança por várias rodadas, mas acabou caindo para a realidade do elenco e dele. Nosso lugar é esse mesmo, não vamos passar disso. Agora é torcer para conseguirmos nos manter em condição de ir para a Libertadores na fase de grupos, não na pré. Corremos até esse risco, pois sábado que vem temos o Corinthians, em Itaquera, enquanto o Grêmio pega o Vasco, no Olímpico. Portanto, é só pensar um pouco para nos depararmos com uma quinta posição logo aí na frente.

Não prego a demissão do Aguirre agora, mas já não defendo a renovação do contrato para o próximo ano. Quero treinador novo, vitorioso, para termos um time vitorioso.

23 comentários em “Mais um empate no Morumbi de um time que não tem cérebro

  1. Aguirre CAIU !!!
    Logo logo, veremos esta noticia.É que o prazo de validade do Agurre
    já venceu. São 6 a 8 meses de duração(Inter, Atletico e agora o São Paulo).
    Já usou toda capacidade futebolistica que ele tinha. Se ele fizer curso na Europa
    durante uns 20 anos, capaz de aprender alguma coisa sobre novas taticas de futebol

  2. Time sem cerebro e o unico que tem o Nene que pensa um pouco mais e faz as jogadas nao sei pq cargas d´água seu Aguirre nao o colocou para jogar nem meio tempo, e ai o time que ja nao tem Everton, Rojas e Nene virou um nada, demos sorte de nao termos perdido ontem, por isso que nosso time virou um time pequeno, covarde, a cara do Uruguai fajuto.
    Estamos rumo ao 5o ou 6o lugar, pq Alguem acha que esse time ganha das galinhas em seu galinheiro e depois ganha do Gremio, so milagre mesmo.

  3. Mas ora….
    Aguirre não era o “cara” até pouco tempo atrás?
    Todos preocupados com a seleção uruguaia, mas agora querem o cara fora?
    Mais uma troca de treinador…. aí não… todo ano a mesma história.

    Os nossos goleiros são fracos…
    A zaga já não é tão eficiente como antes…
    Não temos reposição para Everton, Rojas, Nene, quando estes não podem ou jogam mal…

    Enfim….. alguém inventou que o elenco deveria ser reduzido. Aí está. Não temos elenco a altura para um campeonato tão duro

  4. Nao temos o pior elenco de todos os times que disputam a serie A, mas nao temos um treinador descente, com disse Paulo Aguirre ja esta com o prazo de validade vencida desde o inicio do 2o turno, nao conseguiu mais fazer o time jogar, perdeu a mao do time, e o pior que nao temos quem possa dar uma cara, uma identidade a esse time e logico alem de contratar alguns jogadores que estamos carentes e algumas posicoes.
    Apesar de ter que sermos otimistas e o clube da fé eu acho que nao conseguimos permanecer no G4, ate pq teremos adversarios dificeis pela frente e que tb querem subir na tabela

  5. Lamentavel esse time, precisamos de um treinador para montar o time ano que vem Abel e Cuca seriam bons nomes. Não adianta demitir Aguirre e contratar Rogerio ou similares

  6. Sabe o que eh pior, mesmo com as lambanças desse treineiro ele não vai sair, pois eh amiguinho do Raí e do Lugano, ou seja, o critério d mérito não eh utilizado no SPFC, apenas o da amizade.
    Aliás, se fosse por mérito da carreira, esse Uruguaio covarde e medíocre jamais teria sido contratado, eu disse isso quando o sr. Raí o contratou.

  7. O problema do SP é o elenco, ou melhor a falta dele.

    O Aguirre tentou o 352, mas errou por causa de uma peça… Faltou o Nene. Com ele no lugar do Liziero ou do Jucilei teríamos feito um jogo muito melhor…

    Helinho mostrou sua qualidade com um golaço, e ao mesmo tempo que não está preparado para jogar no profissional… abandonou Bruno Peres na marcação e os melhores lances do ataque do Flamengo saíram por aquele lado.

    Para o ano que vem, a diretoria precisa montar um elenco pra temporada…

    Aguirre não tem culpa… mas tampouco está ajudando na solução.

    • Amigo até defendo a idéia de que o Aguirre não tem um elenco qualificado para trabalhar…

      Mas NUNCA vou concordar com a idéia de que ele entrou no 3-5-2, quem joga nesse esquema libera os laterais e tem no mínimo um meia…

      E outra ninguém tocou no assunto, mas a pergunta que fica é… Será que ele treinou essa formação durante a semana?

      Se passou a Semana toda treinando com 3 zagueiro por que desistiu com 45 minutos apenas?

      Se ele treinou no 4-3-3 porque já não entrou com essa formação?

      Eu defendo que o Aguirre deve continuar, assim como entendia que o Dorival também tinha por ver nitidamente uma falta de elenco!

      Mas as invenções de esquemas para um time que não tem elenco é que queimam o filme do Aguirre!!!

      • Achei o 1o tempo no 352 mais equilibrado. Pois conseguimos jogar e criar e não sofremos nada.

        No segundo tempo ele voltou ao esquema tradicional dele no 4231. E matou o Gonzalo que só marcou e morreu, DS que ficou sozinho. E a zaga ficou perdida, pois não é fácil Se ajustar da linha de 3 para automaticamente. Seria melhor manter o esquema anterior e colocar o Nene ou mesmo o Helinho que já jogou centralizado na base.

  8. Aguirre é confuso. Deu pra tirar a dúvida nos últimos jogos. Sim, o elenco foi mal montado e ele tem poucas opções para alterar a equipe. Mas as decisões que ele toma na escalação e nas substituições revelam um desencontro com o que seria mais natural. Três zagueiros? Nenê no banco? São coisas difíceis de entender ou justificar.

    2019 precisa ser pensado com muito carinho. Já teremos dinheiro suficiente para comprar os reforços que a equipe urgentemente precisa? Se sim, Aguirre é o treinador para levar o Tricolor a qualquer título?

    Se não tivermos grana ainda, é melhor manter Aguirre, e depois oferecer um projeto duradouro a um técnico vencedor, tipo Mano ou Cuca?

    • Qual técnico vai querer trabalhar no SP se pedimos a cabeça de um tecnico que levou um time / elenco medíocre a disputar a liderança do campeonato?

      Dificil…

      • A situação é complicada mesmo, Marcelo. Com esse elenco, tanto faz Aguirre ou um medalhão. A questão é se vale a pena gastar muito com Aguirre. Eu estou achando que não. Ele tem suas virtudes, mas inventa demais pro meu gosto. Além de ser muito retranqueiro, como vimos nas sofríveis eliminações dos torneios mata-mata. Porém, troucá-lo por outro qualquer também não é bom.

  9. Caro Paulo. O Rojas não volta semana que vem. Mas ano que vem. Apenas corrigindo o equívoco. Alias compreensivel dado esse aborrecimento com as pataquadas do Aguirre.

  10. Boa noite tricolores!!
    Foi mais uma vez lamentável, quantas vezes saímos na frente e não somos capazes de manter ou ampliar o placar, é claro que o elenco é curto e de baixa qualidade, não temos reservas ou melhor, não temos titulares somos um time de reservas, e ruins, realmente o Aguirre conseguiu um milagre no primeiro turno mas a equipe não segurou a bronca no segundo turno, não vejo culpa do treinador na queda de rendimento pois as alternativas são poucas mas fica claro que ele não tem criatividade para encontrar uma alternativa pois continua utilizando o Reinaldo como atacante e nem coragem para colocar algum menino da base no lugar do Everton, perder um ou mais jogadores durante a competição é previsível, ficar lamentando é inaceitável por isso eu defendo a não renovação do seu contrato.

  11. Cada jogo é uma esquema diferente, o Aguirre tá complicando algo que , na teoria, era para ser fácil.
    Mesmo esquema + mesmo jogadores ( quando possível) = entrosamento.

  12. Que técnico horrível. Está errando feio há várias rodadas. Desde que o Éverton machucou, o Aguirre se perdeu. Não soube pensar em alternativas. Tinha o Toró, o Éverton Felipe, o Shaylon, o Lucas Fernandes, o Anthony, entre outros. Mas ele insistiu no Edimar. Tambem insistiu no Sidão, no Anderson Martins, jogadores horríveis. Enfim, ficaremos fora da fase de grupos da Libertadores por culpa dele. Que ele seja demitido assim que acabar o brasileiro. Técnico BURRO, BURRO, BURRO, INCOMPETENTE!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*