O futebol ficou um pouco mais pobre

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o futebol está mais pobre. Morreu Pedro Rocha, El Verdugo. Craque, gênio, fenômeno, são adjetivos pequenos para retratar o que foi Rocha dentro dos campos.

Ídolo do São Paulo, do Peñarol, da Seleção do Uruguai,  um exemplo de jogador, inteligente, perspicaz, agudo quando necessário, cadenciado quando o jogo pedia, Pedro Rocha era o diferencial e tratava a bola como poucos o sabiam fazer.

Me lembro de sua chegada ao São Paulo no final de 1970. Ele formou, ao lado de Gerson, o meio de campo bicampeão paulista em 1971.Naquele time jogavam Sergio; Forlan, Jurandir/Samuel, Dias/Arlindo e Gilberto; Edson, Pedro Rocha e Gerson; Terto, Toninho e Paraná.

Não tenho dúvidas em afirmar: Pedro Rocha foi o melhor jogador de futebol do mundo, depois de Pelé. Aliás, o próprio Rei o coloca entre os cinco melhores jogadores de futebol de toda a história. Eu, portanto, vou mais além e o coloco como o melhor – porque Pelé é incomparável.

 Ele era grande, forte e elegante. É possível ver nas fotos dele em ação toda a postura dos craques de verdade. Cabeça erguida, passadas largas, a bola era tratada com desdém. Era apenas um apêndice de sua chuteira. Não tinha vida própria. O jogo de Rocha era cirúrgico. Carregava a bola, lançava Terto na direita e corria na área para cabecear. Quando não dava para lançar, ele mesmo chutava. Fez 119 gols em 390 jogos.

Pedro Rocha foi meu ídolo. Com sua morte morre também boa parte daquilo que aprendi a ver no futebol: a arte de fazer o bem com a bola. Marcou o final de minha infância, começo de minha adolescência. Pedro Rocha foi único e está inscrito nos anais do Tricolor como um dos maiores que um dia vestiram o sacrossanto manto das três cores.

5 comentários em “O futebol ficou um pouco mais pobre

  1. Além de tudo, ele adotou o Brasil. Lembro-me do dia em que esteve em Brasília para receber a carteira de identidade de brasileiro naturalizado. Foi craque…líder e, pincipalmente, um excelente caráter. Com ele se foi um pouco do futebol-arte. A benção Dom Pedrito, e leve consigo as palmas que bati para vc ao longo as sua passagem pelo Tricolor!

  2. Adios Don Pedro Rocha,
    craques com o seu carisma,
    deixaram de existir ha muito.
    Quem viu, viu, quem nao viu nunca ira acreditar,
    que existiram craques no nivel deste uruguayo.
    Agradeco muito te-lo visto jogar no meu TRIMUNDIAL.
    ADIOS DON PEDRO ROCHA.
    Gracias, voce agora e lenda do meu glorioso SAMPAULO.

  3. Não um pouco: ficou muito mais pobre.
    Adorava ve-lo jogando. Inteligente, vertical, tratava a bola com delicadeza, até desferir seus potentes chutes de fora da área. Dominava-a como um amante latino: muitas vezes com pequenos toques, outras com batidas de primeira que sempre achavam um companheiro em condições de seguir jogando.
    Lembro-me de seu início, jogando com a 8, ao lado do Gerson. Não foi um bom ano aquele para seu futebol. Acho que se inibia ao lado do “Canhotinha” que tinha um “gênio difícil” e se confundiam, muitas vezes ocupando o mesmo espaço.
    Porém, após assumir a camisa 10 do Mais Querido, reinou absoluto no meio campo e pode enfim mostrar toda sua classe, sua imensa capacidade como profissional que fez dele sim, um dos maiores de todos os tempos.
    Anos mais tarde, quando o Raí, outro grande ídolo tricolor, assumiu a dez, não tive como não estabelecer uma semelhança entre eles: o mesmo porte atleta; a mesma força nas arrancadas; o mesmo toque refinado; o bom jogo de cabeça; as lindas faltas cobradas; pra mim, era como a re-edição de Dom Pedrito Rocha no glorioso Morumbí.
    Ficam as lembranças e a esperança de que, quem sabe? possamos novamente ver jogar um outro camisa dez de “encher” os olhos, como foi esse uruguaio que nos encantou a todos nos anos 1970.
    Que a família fique em paz. . .

  4. Ninguém como você Paulo para expressar o sentimento de todos verdadeiros sãopaulinos com mais de 50 anos . Chorei quando soube da notícia e choro ao ler o seu artigo . O ano de 2013 futebolisticamente falando foi o pior que tivemos !!!
    FIQUE COM DEUS ROCHA , NÓS TE AMAMOS.
    Giacomo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*